Pará Negócios estimula empreendedores para desenvolvimento da economia no Pará

06/11/2015 10h35
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Desde o final da tarde desta quinta-feira, 5, o movimento já era grande no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém. Às 19h, a Pará Negócios 2015 foi oficialmente aberta ao público. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, participou da cerimônia de abertura representando o governador do Pará, Simão Jatene. Ele agradeceu a todos que trabalham para o crescimento econômico do Estado como um todo. “Estamos aqui em um só caminho, que é o do desenvolvimento para estruturarmos a economia do Pará. Estamos em planejamento para que o Estado cresça de 7% a 8% ao ano”.

Adnan foi homenageado, em nome do governador e de todos os secretários de governo, pelo presidente da Associação Comercial do Pará (ACP), Fábio Lúcio Costa, com uma placa. “Uma boa gestão é formada por uma equipe enorme e competente que trabalha muito para fazer o melhor para o Pará. Estamos aqui juntos, iniciativa privada e poder público, para que os nossos negócios cresçam e o Estado melhore”, disse Fábio Lúcio Costa.

Após a cerimônia, todos seguiram para a abertura da exposição Mercadores de Sonhos que destaca fatos relevantes realizados pela Associação Comercial de 1819 a 2015, além de acontecimentos importantes dos 400 anos da fundação de Belém. Em seguida, a comitiva fez visitas em vários estandes da feira, entre eles o do Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), do Governo do Estado. No local eles puderam conhecer os projetos apoiados e desenvolvido pelo Núcleo como o Natal D'água, no qual os visitantes poderão fazer doações para o projeto que leva solidariedade, alegria e música para moradores da região das ilhas de Belém e do interior. No ano passado, mais de 14 mil famílias de 16 municípios receberam doações de cestas básicas e brinquedos.

No espaço estão à venda artesanatos feitos por detentas da Cooperativa de Trabalho Arte Feminina Empreendedora - Coostafe, a primeira do país formada exclusivamente por mulheres presas; e pelos adolescentes custodiados pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa). O público também poderá adquirir mudas de plantas desenvolvidas no projeto Cultivando Flores e Vidas, que capacita profissionalmente pessoas de comunidades carentes na área de jardinagem e envasados de plantas ornamentais; além dos objetos para escritório artesanais confeccionado nas oficinas do Curro Velho. Haverá também um espaço pra as crianças e jovens conheceram o projeto Livro Solidário, que tem como objetivo incentivar a doação de livros e levá-los até comunidades carentes por meio dos Espaços de Leitura.

Promovida pela ACP e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a quarta edição da Pará Negócios ocorre até 8 de novembro, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia. A Feira multissetorial, que tem como slogan “Tudo em um só lugar”, visa integrar empresas de diversos setores da Região Norte em um intercâmbio de negócios e de tendências de mercado em níveis nacional e internacional. O evento recebe ainda o apoio do Conselho de Jovens Empresários (Conjove), Conselho da Mulher Empresária (CME) e do Conselho das Câmaras Setoriais da ACP.

Turismo - Durante o evento, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) promove a programação setorial do “Pará Negócios Turismo”, com exposição e seminário técnico com foco nas oportunidades existentes no arranjo produtivo da atividade. No estande, a secretaria presta orientações sobre o Cadastur, apresentação do programa Passaporte Pará e da Rota Turística Belém-Bragança. O turismo é a atividade do setor terciário que mais cresce no Brasil e no mundo movimentando R$ 492 bilhões no país, somente no ano passado, de acordo com novos dados divulgados pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). O setor é responsável por um a cada 11 empregos na economia global.

Pensando nisso, a prefeitura de Vitória do Xingu, no sudoeste do estado, vem investindo no turismo da região. Pela primeira vez na feira, o secretário de turismo do município, Darli Costa, explicou que a cidade tem um grande potencial turístico. “Estamos aqui para divulgar o ecoturismo e a rota do cacau do Polo Xingu. Temos praias, cachoeiras, igarapés, pesca esportiva, entre outras atrações que os paraenses precisam conhecer”.

Tecnologia - Já no estande da Fapespa e da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) é possível conhecer startups paraenses (empresas criadas normalmente com base tecnológica, que possuem espírito empreendedor e modelo de negócio inovador) com produtos feitos a partir de conceitos de tecnologia de informação e comunicação, bionegócios, sustentabilidade ambiental, entre outras áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

Nesta sexta-feira, 6, será realizado o seminário “Inovação Tecnológica: avanços e perspectivas do novo código de Ciência, Tecnologia e inovação no Brasil”, com o objetivo de ampliar as discussões referentes ao Projeto de Lei 2.177/11, que trata da instituição do Código Nacional. Ainda será apresentado, no seminário, o resultado de uma parceria entre a Fapespa e a Sectet com o lançamento do Observatório da Ciência e Tecnologia e Inovação (CT&I) do Estado Pará, que visa articular a interação entre as instituições de pesquisa, o setor empresarial e o poder público para o desenvolvimento econômico e socioambiental do Estado.

Serviço – A Pará Negócios 2015 ocorre até o dia 8 de setembro, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia. Confira a programação completa da feira no link: http://www.paranegocios.com.br/programacao

*Com informações das Assessorias de Comunicação da Fapespa e Setur.