Ribeirinhos de Abaetetuba são atendidos pelo projeto Natal D'Água

13/12/2015 18h06
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O sol ainda nem tinha raiado neste domingo (13) e os mais de 50 voluntários já estavam em um porto de Abaetetuba, nordeste paraense, se preparando para mais um dia de ação do Natal D'Água. Depois de mais de uma hora navegando, o grupo chegou até a ilha do Capim, onde vivem cerca de 200 famílias.

No local já estavam dezenas de crianças ansiosas para participar da programação cheia de atrações. A cama elástica arrancava sorrisos dos pequenos a cada pulo. Na ilha foi montada uma biblioteca móvel que encheu de alegria Zaquel Soares, 10 anos. O menino, que se contenta lendo os livros didáticos que recebe na escola, não desgrudava o olhar da revista em quadrinhos. "Gosto da turma da Mônica, principalmente do Cebolinha. Acho as histórias divertidas", disse o garoto.

Além dos livros, jogo de xadrez para ajudar na concentração da criançada. No Centro Pastoral da Igreja de Santo Antônio, jovens da Associação de Skatistas de Abaetetuba (Aska) ensinavam os pequenos a andar no skate. "Eu só tinha andado de skate uma vez na vida. É muito difícil fazer as manobras. Preciso treinar muito", disse Kauê Assunção, 9 anos, enquanto tentava se equilibrar nas quatro rodinhas. Técnicas em enfermagem também estavam voluntariamente aferindo a pressão arterial dos adultos.

O Tio Chocolate animou a manhã da criançada com muitas músicas e brincadeiras. Em seguida, todos foram levados para a igreja, onde viram o curta-metragem de animação que tem tudo a ver com a cidade que é considerada a capital do brinquedo de miriti: "Admiriti", de Andrei Miralha. A história se passa na Feira do Miriti, onde os brinquedos ganham vida e um boneco dançarino de brega é o personagem principal.

Cerca de mil brinquedos foram distribuídos. Bolas para os meninos e bonecas para as meninas. "Adoro ganhar boneca! Gostei do cabelo da minha", disse Ryane Silva, 6 anos. Os amigos Lairton Monteiro, 8 anos, e Cleber Almeida, 7, não perderam tempo e foram direto para o campo se divertir com os brinquedos. "Foi uma manhã muito divertida. Gostei de tudo", contou Lairton.

Outras três ilhas de Abaetetuba (Urubueua, Ujuaí e Orumanduba) foram atendidas pelo projeto neste domingo. No total, 1,5 mil cestas básicas e quatro mil brinquedos foram entregues nas comunidades ribeirinhas.

O Natal D'Água é promovido pelo Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), ligado à Casa Civil da Governadoria, em parceria com a Associação Rede Solidária Pará e instituições da sociedade civil e entidades ligadas à classe empresarial paraense. O projeto social foi idealizado pela primeira-dama, Ana Jatene, em 2011, para atender apenas os ribeirinhos de ilhas do entorno de Belém, mas cresceu e hoje beneficia milhares de famílias em vários municípios do Pará.

O projeto ocorre até o fim do mês, em comunidades e ilhas de 16 municípios: Abaetetuba, Acará, Ananindeua, Barcarena, Bragança, Cachoeira do Arari, Igarapé-Miri, Inhangapi, Marituba, Melgaço, Soure, Salvaterra, Santa Bárbara do Pará, São Caetano de Odivelas, São Miguel do Guamá e Belém.

A expectativa para 2015 é repetir as distribuições do ano passado e atender cerca de 100 mil pessoas com a entrega de brinquedos e cestas básicas em mais de 300 comunidades. Em 2014 foram arrecadadas mais de 140 toneladas de alimentos, que beneficiaram mais de 14 mil famílias e cerca de 60 mil brinquedos para crianças carentes. Durante os cinco anos de projeto, já foram arrecadados mais de 500 toneladas de donativos e mais de 200 mil brinquedos.