Procon dá orientação provisória a escolas sobre reajuste da mensalidade

13/01/2015 17h48
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Os estabelecimentos de ensino da rede particular que já começaram o período de matrícula dos alunos receberam a orientação provisória de cobrar entre 8% e 9% de reajuste nos valores das mensalidades, em reunião realizada na manhã desta terça-feira (13), entre representantes do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Pará (Sinepe) e membros da Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PA), vinculada à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), para debater o reajuste da mensalidade escolar para 2015.

De acordo com a orientação provisória, se o percentual de reajuste definido for inferior ao adotado pelas instituições, a diferença deverá ser ressarcida aos responsáveis financeiros dos alunos no mês de março.

O Sindicato aceitou reduzir o percentual de reajuste proposto anteriormente de 2% para 1,7%. O reajuste do valor da mensalidade voltará a ser discutido no próximo dia 26 de janeiro, as 10 h, em reunião na Sejudh.

Arliane Correa, diretora do Procon, disse que a instituição analisará com mais rigor as planilhas de custos enviadas pelos estabelecimentos de ensino particulares. “Recebemos apenas 10 listas de algumas faculdades. Então vamos começar a fiscalizar para verificar se teve essa evolução na planilha de custo”, ressaltou a diretora.

Também participaram da reunião representantes do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), da União Brasileira dos Estudantes (Ubes) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).