Icoaraci ganha ponto de coleta de sangue do Hemopa

29/10/2018 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Com a inauguração da Estação Cidadania no Distrito de Icoaraci, a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) ganhou um novo ponto de coleta de sangue e cadastro de medula óssea. A equipe do hemocentro vai estar toda última semana de cada  mês (de segunda a sexta-feira) no espaço. Nesta semana, a ação segue até o dia 28 de setembro, sempre de 8h às 13h.

Este é o quarto ponto de coleta do Hemopa. Além do Hemocentro Coordenador, que fica no bairro de Batista Campos, há as Estações de Coleta Castanheira e Pátio Belém. “A ideia é realmente descentralizar nossos serviços, facilitando o acesso do doador de sangue, principalmente no momento em que vivemos, de baixa no nosso estoque”, ressalta a gerente de Captação de Doadores, Juciara Farias.

Para a consultora de beleza Aline Sousa, de 35 anos e doadora de sangue há sete, o voluntário é um verdadeiro herói. “Logo no início, quando comecei a doar sangue, via o Hemopa lotado e agora é sempre vazio. Se as pessoas querem se sentir heróis é preciso sair dos quadrinhos e vir para a realidade, porque aqui você salva vidas de verdade”, diz.

E é devido às doações que a aposentada Renata Nunes de Lima controla a hemofilia. Isso porque o fator que ajuda na coagulação de seu sangue é produzido a partir do sangue doado pelos voluntários. “As pessoas precisam vir ao Hemopa, principalmente as mais jovens, para fazer sua doação de sangue. Nós precisamos de sangue, precisamos da doação delas”.

A vendedora Cidia Martins também depende da solidariedade de desconhecidos para ficar com saúde. Ela foi diagnosticada com talassemia, uma desordem hereditária, provocada por mutações no DNA das células que produzem a hemoglobina – glóbulos vermelhos que transportam oxigênio por todo o corpo. Essas mutações interrompem a produção normal de hemoglobina, resultando em anemia profunda.

O tratamento depende da gravidade da doença, mas geralmente é feito por meio de medicações específicas e também com transfusões de sangue. “Aqui tem tanta gente necessitando de transfusões e, muitas vezes, o estoque está baixo. Incentivo que quem pode doar, que venha ao Hemopa fazer esse ato voluntário”, convida Cidia.

Para ser um candidato à doação de sangue, é necessário ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. Homens podem doar com intervalo de dois meses e mulheres, a cada três meses.

Serviço: Na Região Metropolitana de Belém, as doações de sangue podem ser feitas de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados, de 7h30 às 17h, tanto no Hemocentro Coordenador (Padre Eutíquio, 2109) quanto na Estação de Coleta Castanheira (acesso ao Pórtico Metrópole). De segunda a sexta-feira, de 10h às 17h, na Estação de Coleta Pátio Belém, no primeiro piso do Shopping Pátio Belém, dentro da Estação Cidadania. Toda última semana do mês, o Hemopa também está na Estação Cidadania Icoaraci (Lopo de Castro, 78); nesta semana, a ação vai até o dia 28, sempre de 8h às 13h. Mais informações: 0800 280 8118.