Dia Mundial da Educação: Governo do Pará está próximo da marca de 100 escolas reconstruídas no Estado

28/04/2022 18h10 - Atualizada em 28/04/2022 19h07

O Governo do Pará está prestes a entregar a centésima escola estadual totalmente reconstruída. Desde 2019, já foram investidos quase R$ 300 milhões para melhorar a infraestrutura das unidades de ensino que atendem crianças, jovens e adultos do Estado, oferecendo um ambiente adequado para o processo de aprendizagem. Só em 2022, já foram injetados R$ 33,1 milhões para fortalecer a educação pública tanto na Região Metropolitana de Belém, como no interior do Estado. Os dados positivos marcam o Dia Mundial da Educação, comemorado hoje, 28 de abril.

“A educação tem sido uma das grandes áreas de investimento do Governo. Estamos preparando, de forma muito festiva, a entrega da centésima escola reconstruída em três anos da atual gestão. É um número expressivo, nunca antes alcançado por uma gestão e um número que, muito embora tenhamos enfrentado as dificuldades do período pandêmico, conseguimos alcançar. É um momento de celebrar, de agradecer e comemorar junto à equipe que acompanha o andamento das obras, este importante marco”, ressalta a titular da Secretaria de Educação do Estado do Pará (Seduc), Elieth de Fátima Braga. 

A 97ª escola reconstruída, desde 2019, pela atual gestão, foi entregue na última quarta-feira (27), em Anapu, no sudoeste do Pará, beneficiando cerca de 700 estudantes e servidores.

A reconstrução da EEEM Maria José Santana permite a ampliação na capacidade de atendimento nas modalidades Ensino Médio Regular (1ª a 3ª série), Sistema Modular de Ensino (Some) e Atendimento Educacional Especializado (AEE). Mais de R$ 4,3 milhões, provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foram investidos na unidade.  

“Estamos tornando as nossas escolas dignas para atender os alunos do Pará. A escola pública precisa ser igual ou melhor que a particular. Delas sairão os futuros profissionais que tornarão melhor a sociedade que vivemos, porque acreditamos que a educação transforma. O investimento é em proporcionar espaços pedagógicos adequados, mobiliário novo, salas climatizadas, espaços de lazer e locais humanizados que propiciam educação de qualidade”, reforça Alexandre Buchacra, secretário-adjunto de Logística Escolar da Seduc.  

"Reencontro com a Escola”

Para estimular o retorno presencial dos alunos aos espaços de aprendizagem, combater a evasão escolar e incentivar novas matrículas para o calendário letivo de 2022, a Seduc desenvolveu o programa “Reencontro com a Escola”, que disponibilizou para 121 mil concluintes do Ensino Médio (3ª série), o valor de R$ 500 e para os 474 mil estudantes que frequentam os demais anos, séries e modalidades de educacionais, R$100. Os alunos precisavam estar matriculados na Seduc e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em 2021. O incentivo foi de R$ 108 milhões. 

Reajuste para os professores

Em março deste ano, o governador Helder Barbalho assinou o reajuste do piso do magistério paraense. O percentual de 33,24% será pago para 27.574 professores ativos, 15.877 inativos e 817 pensionistas nesta sexta-feira (29). Em 2018, um professor iniciava sua carreira com a remuneração média de R$ 5.900,00, e com o atual reajuste esse valor será de R$ 10.100,00. A iniciativa reforça o compromisso da atual gestão com a política de valorização do funcionalismo público.

Por Giovanna Abreu (SECOM)