Estado entrega ônibus e novo centro especializado e amplia oferta de ensino para alunos com deficiência

Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE) vai funcionar nas instalações da Escola Estadual Visconde de Souza Franco

25/01/2022 14h07 - Atualizada em 25/01/2022 17h27

Para garantir a inclusão escolar de alunos com deficiência, transtorno do espectro autista (TEA) e altas habilidades/superdotação, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), inaugurou na manhã desta terça-feira (25), o Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE). A unidade funcionará nas instalações da nova Escola Estadual Visconde de Souza Franco, que também foi entregue totalmente reconstruída, em Belém.

“Através deste novo espaço, vamos tratar o aluno a partir das suas peculiaridades, identificando talentos e oportunidades. Potencializando o saber, o pensar. Essa unidade passa a incrementar a estratégia educacional do Estado. Estamos cada vez mais plantando no presente para colher no futuro", enfatizou o chefe do executivo, governador Helder Barbalho. O chefe do Executivo Estadual esteve acompanhado da primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, e da titular da Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo, Nayara Barbalho.

A unidade contém salas para o Núcleo de Atividades em Altas Habilidades/Superdotação (NAAHS), Núcleo de Atendimento ao Transtorno do Espectro Autista, Núcleo Psicomotricidade, Núcleo de Avaliação (NAEE), Classe Hospitalar e Atendimento Hospitalar, biblioteca inclusiva, direção, secretaria, arquivo, espaços de convivência, salas de acolhimento familiar e repouso, intersetorialidade Seaster e Sespa.

O espaço pretende fomentar ações inclusivas, com atribuições e competências de forma compartilhada na perspectiva da Educação Especial.

"O CAEE - Visconde de Souza Franco busca oferecer serviços diversos aos estudantes oriundos da rede pública estadual, reunindo em um único espaço, acessível e adaptado, facilitar para familiares e alunos o acesso aos atendimentos. A unidade terá o caráter acolhedor, permitindo a troca de experiências pela convivência e participação em oficinas, palestras, rodas de conversas, apoio psicológico, orientações e encaminhamentos, quando for o caso”, destacou a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga.

O processo de avaliação começa a partir das demandas trazidas pelas unidades escolares da rede pública estadual, familiares de alunos e a comunidade. O fluxo dos serviços se dará por meio de atendimentos individualizados, considerando as peculiaridades da aprendizagem de cada estudante. 

"Ganham os nossos estudantes com deficiência e seus familiares que, a partir de agora, terão um espaço para o acolhimento, com equipes multiprofissionais, fonoaudiólogas, psicopedagogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e também vamos valorizar a arte, a cultura e o lazer. Vamos trabalhar a intersetorialidade, unindo a educação com a saúde e a assistência social, porque essa tríade faz toda a diferença”, ressalta a responsável pelo centro, Denise Costa.

Uma equipe multidisciplinar composta por professores especializados, pedagogos, psicopedagogos, arte-educadores, educadores físicos, psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, nutricionistas, entre outros, vai atuar de maneira permanente no CAEE - Visconde de Souza Franco.

Público 

A unidade terá serviço especializado ao público-alvo da Educação Especial, na perspectiva inclusiva. Será dado todo o suporte necessário para quem tiver impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual, mental ou sensorial, como Deficiência Intelectual (DI); Deficiência Visual (DV); Deficiência Física (DF); Deficiência Auditiva (DA); Deficiência Múltipla (DMU); Surdocego (SC); Altas Habilidades / Superdotação (AH); Transtorno do Espectro Autista (TEA); além de crianças, adolescentes e adultos em tratamento de saúde, que estejam impossibilitados de frequentar a escola.

Transporte acessível 

Ainda durante a inauguração do centro, o governador Helder Barbalho, juntamente com a secretária de educação do Pará, Elieth de Fátima Braga, entregaram 02 (dois) veículos do tipo “Urbano Escolar Acessível”. Cada veículo tem capacidade para transportar até 29 alunos sentados, com acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PcD) e todos os equipamentos que garantem conforto e segurança aos passageiros.

Os veículos vão ajudar na locomoção dos estudantes residentes em bairros da Região Metropolitana de Belém até o CAEE - Visconde de Souza Franco. Esta iniciativa reforça o compromisso do governo do Estado com a educação pública paraense, garantindo veículos que transportem os alunos com a proteção necessária entre suas casas e o espaço de aprendizagem.

Por Evaldo Júnior (SEDUC)