Governo inicia ações de cidadania e distribui cestas de alimentos para atingidos por enchentes em Marabá

19/01/2022 16h09 - Atualizada em 19/01/2022 18h31

Famílias atingidas pelas enchentes do Rio Tocantins, em Marabá, sudeste paraense, começaram a receber nesta quarta-feira (19), os serviços de saúde e cidadania ofertados pelo Governo do Pará por meio de duas carretas do projeto “TerPaz, Formação Profissional”, adaptadas para realizar atendimentos médicos, testes para detecção da covid-19, emissão de documentos, entre outros serviços. O Governador do Estado, Helder Barbalho, cumpriu agenda pública no município hoje, onde acompanhou os trabalhos e anunciou novas ações para famílias atingidas pelas enchentes do Rio Tocantins. 

"Esse é o momento se nós unirmos esforços para que as pessoas atravessem esse momento da melhor maneira possível com solidariedade, empatia e união. Estamos com as ações aqui em Marabá viabilizando junto à prefeitura para que haja acolhimento por meio dos abrigos, cadastramento do programa Recomeçar junto a Defesa Civil para viabilizar o acesso a um salário mínimo para cada família. Vamos chegar ao final do dia de hoje com 370 famílias que já tiveram acesso ao programa . Estamos avançando a cada dia para que avancemos também nos atendimentos de cidadani e saúde”, disse o Governador Helder Barbalho. 

Ainda durante a agenda, no Centro Integrado de Governo, o Chefe do Executivo Estadual entregou cestas de alimentos para prefeitos das cidades do sudeste paraense atingidas pelas enchentes.  Os ítens também vão auxiliar as famílias desses municípios durante a situação de emergência. 

Em Marabá, Helder Barbalho também entregou mais cestas de alimentos no abrigo Yamada, onde estão 96 familias desabrigadas. Depois visitou as ruas alagadas da Marabá Velha, como a Rua Pará, no bairro Santa Rosa, onde as famílias começarão a ser cadastradas para receberem o auxílio do programa “Recomeçar”. O governador adiantou que a partir de sexta-feira (21), a Desefa Civil do Estado começará a atender os ribeirinhos e no sábado (22), as famílias desalojadas, para cadastro no programa. 

As enchentes já atingiram 3.618 famílias em Marabá, sendo que 688 ficaram desabrigadas, 2.030 desalojadas, 435 ilhadas e 465 ribeirinhos. Desde o último domingo (16), técnicos da Defesa Civil do Estado cadastram as famílias para que possam receber o auxílio do Programa "Recomeçar", oferecido em caráter emergencial pelo Governo do Pará. As famílias em situação de vulnerabilidade social são beneficiadas com o valor de um salário mínimo vigente em 2022 (R$ 1.212,00) para que possam utilizar neste momento crítico.

Cidadania - Nesta quarta-feira (19), o atendimento segue no Centro Integrado, durante todo o dia. Na quinta-feira (20), terá atendimento na Escola Plínio Pinheiro, que será um ponto fixo, e na Praça da Folha 33, na Velha Marabá. Na sexta-feira (21) e no sábado (22), os desabrigados seráo atendidos no Núcleo de Educação da Nova Marabá e Novo Horizonte. Já no domingo (23), os serviços estarão disponíveis na Escola Nossa Senhora de Fátima, em São Félix.

A dona de casa Alcilene Medeiros, de 27 anos, está no abrigo da Folha 32, e precisou emitir os documentos dos filhos que foram perdidos na enchente. “É muito importante, estamos precisando. Trouxeram a gente para fazer o cadastro e está indo tudo bem. O documento é necessário para levar para as escolas, agora no começo das aulas”, contou ela, que foi atendida no Centro Integrado. 

Profissionais de saúde oferecem atendimento nas especialidades Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia, além de vacinas (contra Covid-19 e a tríplice viral) e exames (testes rápidos de Covid-19, sífilis, hepatite B e C e HIV). Também serão entregues 1000 frascos de álcool em gel e máscaras descartáveis para a população. Já na área de cidadania são emitidos registros gerais (carteira de identidade), totalizando 5.000 documentos ao longo de toda a ação, que contará com uma equipe de mais de 40 servidores, da Sespa e Polícia Civil. 

Reforços - O Governo do Pará já encaminhou três caminhões de donativos para Marabá, que chegaram no último domingo (16). São colchões, kits de higiene e limpeza, e cestas de alimentos, que serão entregues às famílias. A iniciativa privada também contribui com a doação de água mineral, cestas de alimentos, materiais de higiene, limpeza, e colchões. No total, mais de três mil cestas já disponobilizadas para doação. 

“Nós iniciamos hoje as ações de saúde e cidadania por meio de duas carretas do TerPaz com os desabrigados que são conduIdos dos abrigos até o Centro Integrado de Governo. A partir de amanhã (20), essas carretas farão os trabalhos em locais próximos aos abrigos. O governo do Estado não tem medido esforços para oferecer toda assistência necessária às famílias, já começamos os pagamentos do programa Recomeçar e estamos avançando no cadastro das famílias”, frisou José Chamon Neto, secretário regional de Governo do Sul e Sudeste.

Por Bruno Magno (CPH)