Alunos das escolas Berton e Klautau lançam poemas sobre combate ao racismo na Feira do Livro e Multivozes

02/12/2021 18h32

“Sou negra e não tenho vergonha de dizer. Quero o seu respeito, assim como respeito você”. Os versos são do poema “Sou Negra” da aluna Samilly Costa Domingos, da turma 2005/tarde, da Escola Estadual Aldebaro Klautau, no bairro do Tapanã, e um dos textos que integram a Coletânea “Somos Iguais. Somos Diferentes”, que será lançada no próximo dia 3 de dezembro, às 14 horas, no estande da Imprensa Oficial do Estado, dentro do Portal do Conhecimento, na 24ª Feira do Livro e Multivozes.

Além do Klautau, os alunos da Escola Padre Francisco Berton, do mesmo bairro, também participam da coletânea produzida dentro do conteúdo programático da disciplina Língua Portuguesa com o objetivo de incentivar o gosto pela leitura e produção textual e, ainda, levar os discentes a uma reflexão sobre a temática do racismo com a meta de contribuir para o combate desse mal por meio da conscientização da igualdade humana e respeito às diferenças independentemente da cor, raça, credo, orientação sexual e outros. “Esse é um preconceito que ainda hoje persiste em nossa sociedade, deixando mazelas muitas vezes irreversíveis em quem é alvo das ações discriminatórias”, explica a professora Tânia Monteiro, organizadora da coletânea.

O trabalho foi desenvolvido com os discentes de quatro turmas das duas escolas, com atividades que envolveram pesquisas, debates, leitura, análise linguística, produção textual e muitos questionamentos que povoaram o cérebro dos alunos. Ao final, foi produzida a coletânea em que cada discente colocou o seu olhar sobre a problemática e sugestões para combatê-la, com todos apropriando-se dessa temática sempre atual que precisa ser moldada por novos comportamentos e valores na sociedade.

Os poemas foram organizados em um folder que será apresentado na Feira do Livro e Multivozes. Pelo projeto, os alunos ganham o protagonismo e irão mostrar a sua produção textual como poetas, autografando os folderes e conversando com os leitores sobre a temática e sobre o processo de aprendizagem em sala de aula. O trabalho tem o apoio das diretoras Rosana Ribeiro (Berton) e Rosiana Garcia (Klautau), além das coordenadoras pedagógicas Luiza Amélia Araújo e Vera Silva, e da USE 9.

Por Governo do Pará (SECOM)