Semas dá início à formação de nova turma de agentes ambientais na UsiPaz do Icuí

Objetivo é formar pessoas capacitadas para trabalhar dentro de suas comunidades na tentativa de solucionar os problemas

30/11/2021 14h50 - Atualizada em 30/11/2021 15h09

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) deu início, nesta terça-feira (30), ao curso de Formação de Agentes Ambientais que segue até dia 2, das 9h às 12h, na Usina da Paz do Território do Icuí-Guajará, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB). Na atividade, técnicos da Semas apresentam informações sobre coleta seletiva de resíduos sólidos, reciclagem e envolvem os participantes em debates sobre os principais temas da atualidade relativos ao meio ambiente.

"O objetivo é formar pessoas capacitadas para trabalhar dentro de suas comunidades na tentativa de solucionar os problemas mais recorrentes. Aqui, a gente faz as explicações das temáticas voltadas para os problemas ambientais, a poluição do solo, do ar, na tentativa de sensibilizar esse público que está aqui para as questões ambientais. Ao longo da semana, serão formadas equipes que vão trabalhar com planos de ação para solução desses problemas e vão apresentar também as possíveis soluções", informa Ivonete Ribeiro, técnica em gestão ambiental da Semas.

Pâmela Doralice, moradora do Icuí, afirma que o principal problema de seu bairro é o acúmulo e descarte incorreto de lixo. Para ela, os conhecimentos passados no curso podem ajudar a sua comunidade. "Ajuda muito, tanto a ter mais conhecimento quanto a passar esse conhecimento para a população do nosso bairro, da nossa comunidade. Já aprendemos sobre a reciclagem e a não descartar o lixo de forma errada. O descarte do lixo é um dos nossos principais problemas. Porque o acúmulo de lixo causa enchente, além de outros males para o meio ambiente e para a nossa saúde. Hoje, é o primeiro dia do curso, mas já estamos com planos de conscientizar a população justamente com esse problema do lixo. Ontem, a gente passou em frente a uma creche e já vimos muito lixo, muito entulho."

Ânderson Bruno, também morador do Icuí, destaca o lixo como principal problema ambiental local. Ele aposta em estratégias de comunicação para alertar e sensibilizar sua comunidade. "O principal problema ambiental aqui é o descarte do lixo e isso por causa da falta de informação que a comunidade tem. O curso é muito necessário para informar as pessoas sobre a necessidade de recolher e separar o seu lixo. A forma que eu tenho de ajudar é repassar todo o conhecimento para a comunidade, isso é muito importante. A gente tem meios para isso, pelas redes sociais. E a gente pode reunir toda a comunidade, discutir soluções, apresentar problemas. Já tenho um projeto, que é um jornalzinho ambiental, um boletim informativo, que a gente distribui nas escolas, os alunos repassam para os pais e eles discutem as melhores formas de interagir."

Coordenadora de Educação Ambiental da Semas, Andreia Monteiro, apontou que cursos anteriores já estão resultando em ações práticas no bairro, como as "blitz ambientais", em que os agentes abordam os moradores para evitar descarte incorreto de resíduos. "O curso é aberto para a comunidade em geral, nós temos aqui moradores do bairros do Icuí e também Cidade Nova e Jaderlândia, o objetivo é sensibilizar os participantes para as problemáticas ambientais, para que a gente possa desenvolver ações e atividades para melhorar a qualidade de vida das pessoas. As pessoas que participaram do curso começam a desenvolver atividades na comunidade, nas ruas e nos bairros em que elas moram, começam a trabalhar as questões ambientais. Alguns moradores daqui do bairro do Icuí já estão trabalhando, se preocupando com coleta seletiva, fazendo 'blitz ambiental' na rua onde eles moram, sensibilizando os vizinhos para que eles coloquem o lixo só no dia e no horário do carro coletor para evitar que esse material fique jogado na rua, trabalhando com crianças, desenvolvendo as atividades de educação ambiental, sendo os nossos multiplicadores dentro do bairro".

Por Bruna Brabo (SEMAS)