Desde a abertura, Hospital de Campanha de Belém já fez mais de 5 mil atendimentos

Unidade de saúde entrou em funcionamento no mês de abril de 2020

31/03/2021 11h48 - Atualizada em 31/03/2021 13h38

Mais de 5 mil pacientes com Covid-19 já foram atendidos no Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, desde a abertura da unidade, no mês de abril de 2020, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

“Nesses últimos dias, conseguimos dar alta para diversos pacientes, o que é motivo de muita alegria para nós, pelo nosso trabalho está sendo bem executado. Apesar do momento complicado que estamos vivendo com o aumento do número de casos de contaminações e internações, a unidade tem conseguido dar essa pronta resposta e fazer com que a pessoa se recupere e volte para os seus familiares. Já foram 5.052 pacientes atendidos até aqui”, ressalta Rômulo Rodovalho, titular da Sespa.

A jovem Stephanie Mourão, 28 anos, foi uma das pacientes que recebeu alta do Hospital, no dia 19 de março, após nove dias de internação. Ela foi transferida do PSM do Guamá para a unidade com muita falta de ar e precisou de cuidados em leito clínico. “Os profissionais são muito atenciosos e dedicados para que a gente se recupere. Eles nos davam ânimo e força, nos fazendo acreditar que íamos conseguir. Eu nasci de novo, muitas vezes pensei que não fosse aguentar”, afirma.

Stephanie ressalta que a doença não escolhe a idade e faz um alerta aos jovens. “Eu já tinha tido covid e relaxei, deixei de lado algumas recomendações. Não usava máscara, nem álcool em gel. Peguei de novo e realmente fiquei muito mal. Então, reforço com os jovens que não sejam inconsequentes para não ter que aprender de forma dolorida como eu vivi. Sigam os protocolos, por favor”, reforça.

O diretor operacional do Hospital, Rogério Kuntz, assegura que o principal objetivo da unidade é salvar vidas, garantindo um acolhimento seguro, humanizado e de qualidade aos pacientes. “Estamos empenhados em ajudar os pacientes no retorno para as suas famílias, seus lares. O Brasil inteiro vive uma fase muito difícil, mas seguimos na luta para que mais vidas sejam salvas. Reforçamos esse nosso compromisso todos os dias”, afirma.

A idosa Dolores Reis, 80 anos, precisou ficar quatro dias internada no Hospital de Campanha do Hangar e teve alta no dia 19 de março. Seu filho, Rubenilson Reis, conta que o sentimento de medo tomou conta quando o médico da UPA da Terra Firme informou que a idosa seria transferida.

“Ficamos muito inseguros se ela teria um tratamento de qualidade no Hangar, mas confiamos e graças a Deus ela foi muito bem atendida, fizeram tudo o que ela precisava. Todos os dias recebíamos o boletim médico pelo telefone, explicando detalhes de como ela estava, o que estava sendo feito. Somos muito agradecidos a equipe, foi um alento para os nossos corações. Não podemos ficar lá perto fisicamente, mas saber que ela estava nas mãos de profissionais muito cuidadosos deixou os nossos corações mais tranquilos”, assegura Rubenilson Reis.

A Sespa informa que, nesta quarta-feira (31), a unidade atende 356 pacientes, sendo 127 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O governo do Estado já ultrapassou a marca de dois mil leitos exclusivos para tratamento contra o novo coronavírus

Por Giovanna Abreu (SECOM)