Programa Bora Belém já distribuiu mais de R$ 35 mil a famílias em situação de vulnerabilidade

O Renda Pará, do governo estadual, também integra as políticas para amenizar os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19, e beneficiou mais de 94 mil pessoas

17/03/2021 13h57 - Atualizada em 18/03/2021 17h35

Em cooperação com a Prefeitura de Belém, governo do Pará repassou, via Banpará, R$ 37,3 mil a 83 famílias inscritas no Bora BelémO programa de renda cidadã Bora Belém, desenvolvido por meio de uma cooperação entre o Governo do Pará e a Prefeitura de Belém, já repassou R$ 37,3 mil a 83 famílias em situação de vulnerabilidade até esta terça-feira (16). Os pagamentos, realizados, por meio do Banco do Estado do Pará (Banpará), foram iniciados em 8 de março de 2021, e fazem parte do planejamento estadual na assistência para amenizar os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus.

“O Bora Belém é um programa executado pela Prefeitura, com adesão do Estado. Fruto de uma parceria importante para a cidade e para todos aqueles que têm sido impactados com a crise sanitária”, ressalta o secretário da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Inocêncio Gasparim.

O benefício de até R$ 450,00 é destinado a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, de acordo com três faixas. Na primeira, mulheres com um filho receberão R$ 150,00; com dois ou três filhos, R$ 300,00, e com quatro ou mais filhos terão direito a R$ 450,00.

Os beneficiários são registrados pela Fundação Papa João XXIII (Funpapa), vinculada à Prefeitura de Belém, que identifica famílias da capital que não estão recebendo nenhum tipo de auxílio governamental e, mesmo sem precisar se cadastrar, têm direito à renda cidadã. A meta é que, inicialmente, sejam beneficiadas quase 9 mil famílias da capital. O Governo do Pará e a Prefeitura de Belém investem cerca de R$ 60 milhões no programa. 

CONFIRMAÇÃO DE CADASTRO

Para a confirmação do cadastro, ligue para o número 162 da Funpapa ou acesse o site

Somente após a comprovação do cadastro, se desloque até o Banpará para receber o benefício. 

RENDA PARÁ
O Renda Pará, que também faz parte do planejamento estadual na assistência para amenizar os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19, já beneficiou mais de 94 mil pessoas e dispensou, até esta terça-feira (16), R$ 9.421.100,00. Ele é destinado às pessoas de baixa renda assistidas pelo programa nacional do “Bolsa Família” no estado paraense. 

Na agência, a pessoa deve apresentar documento de identificação original com foto, CPF, NIS e cartão do Programa Bolsa Família. Os repasses do Renda Pará, feitos pelo Banpará, seguem um calendário de pagamento, de acordo com o mês de nascimento da pessoa beneficiada. É preciso ficar atento à data programada, para que se evite aglomeração. Quem perde a data de pagamento precisa procurar uma agência após o fim do calendário. Nesta quarta (17), começa o pagamento dos nascidos no mês de março.

Calendário de pagamento da segunda etapa do “Renda Pará” (Aniversário / Data de Pagamento):

- Janeiro: 11 e 12 de março
- Fevereiro: 15 e 16 de março
- Março: 17 e 18 de março
- Abril: 19 e 22 de março
- Maio: 23 e 24 de março
- Junho: 25 e 26 de março
- Julho: 01 e 05 de abril
- Agosto: 06 e 07 de abril
- Setembro: 08 e 09 de abril
- Outubro: 12 e 13 de abril
- Novembro: 14 e 15 de abril
- Dezembro: 16 e 19 de abril.

Por Giovanna Abreu (SECOM)