Moradores da Cabanagem vão acompanhar projetos realizados pela Sectet

Feira de Atendimento Multiprofissional e Mapas Digitais estão entre as atrações do evento promovido no bairro atendido pelo TerPaz

27/10/2020 21h47 - Atualizada em 27/10/2020 23h06

Na próxima quinta-feira (29), a partir das 10 h, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) vai oferecer orientação técnica a moradores do bairro Cabanagem, em Belém, um dos sete já atendidos pelo Programa Territórios pela Paz (TerPaz), do Governo do Pará. O titular da Secretaria, Carlos Maneschy, e a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, participarão do evento, na Escola José Valente, quando poderá ser observado o andamento de projetos desenvolvidos pela Sectet nos bairros de abrangência do TerPaz, como Meu Endereço – Lugar de Paz e Segurança Social; Mapas Digitais e Ela Pode.

O Projeto Meu Endereço compartilha conhecimentos interdisciplinares a partir da articulação de inovação tecnológica, assistência técnica e inclusão social para reduzir os índices de conflitos socioambientais urbanos, fundiários e de vizinhança. A equipe do projeto, realizado por meio de parceria com a Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA), aproveitará o momento para realizar a 1ª Feira de Atendimento Multiprofissional.

Durante a Feira serão entregues pastas com a evolução dos processos de oito famílias que moram no bairro da Cabanagem e uma guia de acompanhamento para que cada uma possa monitorar as etapas da resolução das demandas apresentadas ao governo do Estado, como regularização fundiária e melhoria habitacional.Pessoas capacitadas pelo Projeto Ela Pode, que participarão da Feira Criativa

Atrações - Haverá ainda exposição de fotografias sobre as diversas etapas do “Meu Endereço” nos sete territórios, apresentação musical da Banda Multivercidades, exibição do vídeo de curta-metragem “Matei a Lei: confissões ao direito à cidade”.

A equipe do Projeto visitará diversas moradias no bairro para conferir informações coletadas em campo, com trenas eletrônicas adquiridas com recursos do Projeto, e os presentes assistirão à apresentação e manuseio de um drone, usado no levantamento planialtimétrico, com as informações exatas dos terrenos. Esta tecnologia também foi adquirida com recursos públicos da parceria, e possibilita mais agilidade, precisão e redução de custos na coleta de dados para a regularização fundiária.

Mapas Digitais – O Projeto Mapas Digitais, realizado por meio de outra parceria com a UFPA, estará presente na oficina “Brincando com os mapas”, quando serão realizadas atividades com imagens do bairro, demonstração de uso do drone e mapas mentais. Moradores do bairro terão a oportunidade de apontar nos mapas os principais pontos da Cabanagem, como locais de lazer.O Projeto Mapas Digitais é realizado pela Sectet em parceria com a UFPA

O objetivo é elaborar a cartografia das questões sociais, econômicas e ambientais mais sensíveis dos “Territórios”, a partir de análise bibliográfica, documental e pesquisa de campo. Dessa forma, são produzidos aplicativos e mapas temáticos.

Independência – Visando ao empreendedorismo feminino nos Territórios Pela Paz, a Sectet também atua com o Projeto “Ela Pode”. A iniciativa utiliza metodologia aplicada nacionalmente com parceria da Google, a fim de garantir a independência financeira de mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Visitas técnicas fazem parte do Projeto Meu endereçoNa ultima semana, duas turmas de capacitação foram certificadas no bairro da Cabanagem. As integrantes das turmas realizarão, no dia 29, uma Feira Criativa, em para expor seus negócios e atividades.

O Programa Territórios Pela Paz é um amplo esforço do Governo do Pará visando à diminuição da vulnerabilidade social e ao enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir de ações integradas de segurança pública e cidadania em sete bairros da Região Metropolitana de Belém: Guamá, Jurunas, Terra Firme, Benguí e Cabanagem (na capital), Icuí (em Ananindeua) e Nova União (em Marituba). Além dos três projetos, a Sectet atua nesses Territórios com a oferta de cursos técnicos e formação inicial e continuada.

Por Fernanda Graim (SECTET)