Parceria entre Hemopa e Proativa incentiva a doação entre os jovens

27/04/2017 00h00

Nesta quinta-feira (27), a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) promoveu uma campanha de doação de sangue na sede da Proativa, em Belém. Essa é a primeira ação em parceria com a empresa, que trabalha na qualificação e capacitação profissional de jovens e adolescentes na faixa de 16 a 23 anos. Foram contabilizados mais de 90 comparecimentos.

Segundo a assistente social do Hemopa Cláudia Oliveira, a campanha possibilitou que muitos jovens doassem sangue pela primeira vez, mobilização que ela considera muito importante para a formação de público doador voluntário. "Estamos muito felizes com o resultado do dia de hoje. Os jovens vieram espontaneamente e estavam muito empolgados em poder ajudar. O Hemopa não trabalha sozinho e precisa muito dessas parcerias", comemora Cláudia.

Como preparação para o dia da coleta, os jovens participaram de palestras ministradas ao longo do mês na sede do hemocentro, para esclarecimento e sensibilização sobre a causa da doação. São quase 1.200 alunos que, na maioria, integram o Programa de Aprendizagem do governo federal. “Eles fazem a parte teórica do curso aqui e a prática nas empresas parceiras, na condição de aprendizes”, explica Juliana Leal, assistente social da Proativa.

A iniciativa de estabelecer uma parceria com o hemocentro partiu da própria instituição e deve render bons frutos. “Nós realmente abraçamos essa causa. E as empresas parceiras também, porque liberaram os aprendizes para participarem da campanha, a primeira de muitas que pretendemos fazer. Queremos que essa ação faça parte de um calendário anual com o Hemopa”, relata Juliana.

Para realizar as coletas, o Hemopa montou uma grande estrutura na sede da Proativa, com salas de triagem, de consulta médica e de coleta, para garantir aos doadores a mesma qualidade e conforto no atendimento efetuado na sede do hemocentro.

Lenilson Sousa, 20 anos, disse já tinha pensado em doar, mas que nunca encontrava disponibilidade para ir ao Hemopa. “Com essa estrutura aqui fica muita mais fácil pra gente, e mais perto. E agora que sei que é um processo rápido e tranqüilo, pretendo colaborar mais vezes”, destacou o jovem, que fez sua primeira doação.

A estudante Beatriz Feitosa, 18 anos, conta que os pais são doadores de sangue e que sabe da importância do ato. “Já tive um parente que precisou de sangue, assim como muita gente precisa. Eu mesma posso precisar um dia, nunca se sabe”, alertou.

Membro da diretoria do Clube do Remo, Agnaldo Silva foi até a Proativa para incentivar os jovens. "Temos que fazer com que eles pensem e ajam por uma ótica mais humana. O que estamos fazendo é exercitar a solidariedade para com os nossos semelhantes", conclui Agnaldo.

Doador - Para ser um doador de sangue, basta ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação original e com foto. Os homens podem doar em intervalos de cada dois meses e as mulheres a cada três.

Serviço:  A Fundação Hemopa fica na Travessa Padre Eutíquio, nº 2109, bairro de Batista Campos. As doações também podem ser feitas na Estação Coleta Castanheira, que fica do térreo do Pórtico Metrópole, na BR-316, km 1.

Por Redação - Agência PA (SECOM)