Alunos do 3º ano começam a receber caderno de atividades para o início das aulas remotas

01/09/2020 17h20 - Atualizada em 02/09/2020 19h00
Por Lilian Guedes (SEDUC)

Alunos das 3º séries do ensino médio regular e modalidades (EJA médio e Mundiar) começam a receber o caderno de atividades impressas para o início das aulas não presenciais, ocorrido nesta terça-feira (1º). As unidades de ensino elaboraram um planejamento para a entrega de caderno de atividades impressas. A distribuição iniciou hoje e deverá finalizar até o término desta semana. 

A medida visa assegurar a competitividade dos alunos concluintes do ensino médio que vão realizar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nos próximos 15 dias, o governo do Estado também vai disponibilizar chip’s de internet móvel para que estes alunos tenham acesso a todo conteúdo disponível no site da Seduc. 

“Essa ação do Governo do Estado é para que possamos garantir que esses alunos do 3º ano tenham acesso ao conteúdo programático e possam ter competitividade na realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ressalta a titular da Seduc, Elieth de Fátima Braga.

Na escola Brigadeiro Fontenelle, no bairro da Terra Firme, em Belém, o ensino continuará remoto para os 260 alunos do 3ª série do médio e EJA 2ª etapa.

Além de manter as aulas remotas e também a distribuição dos cadernos de atividades para os alunos do último ano do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) 2ª etapa, a escola criou um canal no youtube “BF Tv Brigadeiro Fontenelle” com videoaulas para prestar assistência aos alunos. “Nós estamos acompanhando a orientação da Saen (Secretaria Adjunta de Ensino) para serem repostas, agora estamos intensificando as nossas atividades impressas para os alunos do 3ª série e EJA”, salientou o diretor, Luiz Paulo Assunção.O gestor Jones Nogueira de Barros

As aulas remotas e os cadernos de atividades direcionados para os alunos concluintes do ensino médio terão todas as áreas de conhecimentos com uma convergência entre elas, as atividades serão entregues semanalmente, e então os alunos desenvolvem para ser feita a correção.

Manuela da Silva (estudante)Além das atividades e aulas remotas a escola vai monitorar os alunos pelo WhatsApp. Os professores responsáveis pelas turmas fizeram grupos de aplicativo para fazer o monitoramento e tirar dúvidas. “É muito importante termos atividades que contem como aula mesmo. Precisamos nos preparar para o Enem e concluir logo o ensino médio”, comentou na aluna da 3ª série, Manuela da Silva.

Para o gestor Jones Nogueira de Barros, a retomada nas escolas de jurisdição da USE será gradual e segura para os alunos e professores e equipe técnica das escolas. “No primeiro momento, as escolas forneceram para os alunos as aulas remotas e as atividades impressas. Nós temos feito esse trabalho de oportunizar os alunos, para que não percam essa relação com a aprendizagem e com a escola”, comentou o gestor.

Embora já esteja em vigor um decreto estadual que autoriza a retomada presencial das aulas, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), definiu o retorno presencial às escolas só a partir do mês de outubro, para todas as séries. A decisão do governo de adiar o retorno é baseada em critérios de segurança.