Grupamento Aéreo realiza transporte de pacientes do Marajó com Covid-19

Na manhã deste sábado (16), equipe fez a remoção de uma mulher de 40 anos que precisava de atendimento especializado

16/05/2020 22h04 - Atualizada em 17/05/2020 12h42
Por Walena Lopes (SEGUP)

Atendimento é feito aos pacientes com Covid-19 que moram nas localidades mais distantes e de difícil acessoO Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), vem atuando na linha de frente no combate ao novo coronavírus no Estado. Além do transporte de equipamentos de proteção individual (EPI), medicamentos e respiradores, as equipes também vêm realizando transporte aeromédico. O atendimento é feito aos pacientes com Covid-19 que moram nas localidades mais distantes e de difícil acesso, como na ilha do Marajó.

Na manhã deste sábado 16, o Grupamento fez a remoção aeromedica de uma mulher de 40 anos, moradora do município de Soure, com sintomas de COVID-19. A paciente foi trazida para Belém, para receber atendimento mais especializado.

Para o secretário de Segurança do Estado, Ualame Machado, a atuação do Graesp é de fundamental importância para atender aos interiores mais distantes e de difícil acesso, realizando o transporte essencial de equipamentos e medicamentos, mas, principalmente, o transporte de pacientes. 

“Hoje, o papel do Graesp tem sido fundamental para que possamos enfrentar a pandemia e prestar atendimento, especialmente nos interiores mais distante e de difícil acesso, transportando e abastecendo comunidades com alimentos e equipamentos, como EPIs, medicamentos e, principalmente, servindo a população com transporte aeromédico nos casos mais agravados ou que precisam de maior atenção, como nos infectados pela Covid-19”, disse o titular da Segup. 

O Graesp vem atuando também na assistência às coletas de sangue para testes do Laboratório Central do Estado (Lacen), na realização de testes rápidos, condução de materiais para a construção dos hospitais de campanha, além de transportar servidores para acompanhamento, fiscalização e atividade médica.

Abastecimento – O Grupamento iniciou o transporte de 500 cestas de alimentos que serão distribuídas na cidade de Santarém. A iniciativa do governo do Estado beneficiará famílias que estão passando por dificuldades financeiras nesse momento de pandemia. Os alimentos estão sendo transportados gradativamente.

“O Pará possui uma dimensão muito grande e, em razão disso, a logística precisa ser muito bem estruturada e ágil, com deslocamentos para fora do Estado em algumas situações. Com o apoio do grupamento, estamos somando forças para que a gente possa combater a Covid-19 no Pará” - Ualame Machado, secretário de Segurança do Estado.

Materiais

Dentre os equipamentos distribuídos estão luvas, máscaras, álcool em gel, álcool 70° e 65°, e também sabonete líquido. Os EPIs serão destinados aos agentes da segurança pública e outros servidores que atuam na Fundação Hemopa, Lacen, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará e Polícia Federal, por exemplo. Todo o material totalizou um investimento de R$ 1.943.518 e foi adquirido pela Segup para a proteção dos agentes públicos que atuam em atividades essenciais e não podem parar de trabalhar em prol da população paraense. A ação visa oferecer o máximo de segurança aos agentes no desempenho de suas funções.