Pará investe na aquisição de equipamentos de UTI para pacientes com Covid de acordo com recomendação da AMIB

29/04/2020 14h04 - Atualizada em 29/04/2020 14h56
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

O Governo do Estado do Pará esclarece que os equipamentos adquiridos pela Secretaria de Estado de Saúde do Estado (Sespa) para ventilação pulmonar de pacientes com Covid seguem recomendação da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB).

No Pará foram adquiridos da China kits para montagem de UTI sendo 400 ventiladores pulmonares ao preço de R$ 50,4 milhões, que servirão para montar 400 leitos de UTI específicos para tratamento da Covid, assim como monitores multiparamétricos e bombas de infusão dentro das especificações técnicas, garantindo atendimento com eficiência terapêutica, sem risco de sequelas para os pacientes, como por exemplo, traumas pulmonares.

Os equipamentos adquiridos pelo Pará diferem em especificação técnica dos equipamentos comprados pelo Governo de Minas Gerais, e consequentemente, tem valores também diferentes. Além disso, Minas pagou valores antecipadamente, com recursos provenientes da indenização da Samarco pelo crime ambiental ocorrido no município de Mariana.

O governo Mineiro também tem prazo de entrega dos respiradores entre junho a agosto, diferente da entrega dos equipamentos comprados da China pelo Pará, que chegarão a Belém na primeira semana de maio.

Os esclarecimentos são necessários para dirimir quaisquer dúvidas referentes a comparações feitas às compras de equipamentos pelo Estado de Minas Gerais e pelo Governo do Pará. Em Minas Gerais a maior parte adquirida  na compra foram respiradores BIPAP, inclusive os de transporte, que não servem, segundo Nota Técnica da AMIB para ventilação pulmonar de pacientes em UTI com Covid.