NGTM desenvolve metodologia para evitar novos furtos na iluminação

Problemas com furtos da iluminação são constantes no local e prejudicam a segurança da via e da população

23/04/2020 16h29 - Atualizada em 23/04/2020 17h18
Por Michelle Daniel (NGTM)

Para tentar impedir novos furtos da iluminação pública ao longo do prolongamento da avenida João Paulo II, na Grande Belém, o Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) desenvolveu um projeto que dificulta o acesso dos criminosos à rede elétrica. O trabalho de recuperação da iluminação está ocorrendo desde o início deste mês e a previsão é de que seja concluído até o final deste semestre.

Entre as principais mudanças feitas pela atual gestão no NGTM no antigo projeto da iluminação no trecho, compreendido entre a Rua Mariano e o viaduto do Coqueiro, está o trabalho de proteção da fiação e do sistema elétrico. 

A metodologia desenvolvida também visa proteger a tubulação onde passa a principal rede de cabos dificultando também o acesso ao novo cabeamento de energia e toda rede de alimentação das luminárias. Além disso, todos os métodos que estão sendo executados podem causar sérios riscos à saúde de quem tentar praticar furtos do sistema de iluminação pública no prolongamento da via.

“Esses furtos ocasionaram prejuízos a motoristas, pedestres e ciclistas e de mais de R$ 800 mil aos cofres públicos. A via é um patrimônio da população, por isso apelamos à comunidade sobre a importância de estar atenta caso constate irregularidades, como por exemplo, a tentativa de furto da iluminação, denunciando à polícia. O sistema de iluminação é extremamente fundamental para a segurança na via”, destaca o engenheiro Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM. 

O número do Disque Denúncia é 181 - ferramenta do Sistema de Segurança Pública do Pará. O sigilo é garantido.