Plataforma digital oferece suporte psicológico durante o distanciamento social

Sectec disponibiliza atendimento virtual para ajudar na saúde mental durante a pandemia do coronavírus

02/04/2020 10h44 - Atualizada em 02/04/2020 11h58
Por Fernanda Graim (SECTET)

Interessados devem acessar o site www.psicologiapara.net.br para realização do cadastro e agendamento dos atendimentos.O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), lançou, na manhã desta quinta-feira (2), a plataforma digital do Projeto Psicologia Pará - Rede de Apoio Psicológico. A iniciativa é mais uma das ações do Governo para amenizar os impactos da pandemia que assola o mundo neste momento, tendo em vista que o distanciamento social e a existência do novo coronavírus podem desencadear muitas questões de cunho emocional nas pessoas. 

“Esta pandemia gera alguns reflexos, o primeiro é na saúde física, com muitas pessoas infectadas, a segunda consequência é a questão econômica, e este componente se debruça em um terceiro componente que é o emocional”, ressalta o titular da Sectet, Carlos Maneschy. Dessa forma, percebendo a vontade de muitos profissionais em dar suporte à população, a Secretaria garantiu a criação de uma ferramenta que irá auxiliar esse processo. 

O objetivo é fomentar o suporte psicológico, com o auxílio de plataforma digital, durante o período de distanciamento social, conectando diretamente profissionais de psicologia que tenham interesse de disponibilizar alguns de seus horários para atendimento voluntário a pessoas que estejam necessitando desse suporte.

“Queremos garantir que pessoas que hoje estão passando por dificuldade possam, de alguma maneira, ter um atendimento do Estado para diminuir um pouco suas ansiedades e angústias decorrentes do momento em que estamos vivendo” - Carlos Maneschy, titular da Sectet.

A plataforma foi constituída de acordo com as normativas do Conselho Regional de Psicologia e da resolução 04/2020 do Conselho Federal de Psicologia, que substitui a resolução 11/2018. Inicialmente o serviço será disponibilizado até o dia 30 de abril. O atendimento é destinado aos cidadãos paraenses, maiores de 18 anos, que sintam a necessidade de procurar por apoio psicológico profissional. Cada cidadão pode solicitar o agendamento de até três atendimentos.

Ressalta-se que não se trata de um atendimento de psicoterapia, e sim um atendimento breve voltado para a atenção psicológica de uma demanda específica, neste caso, motivada pelo momento de pandemia que está sendo enfrentado. Não haverá continuidade ou acompanhamento psicoterápico por se tratar de uma iniciativa com tempo de duração determinado, e que tem como finalidade a rede de apoio à população durante o período de distanciamento social.

Tanto profissionais que queiram realizar o atendimento de forma voluntária como os cidadãos que precisem do atendimento devem acessar o site www.psicologiapara.net.br para realização do cadastro e agendamento dos atendimentos.