EGPA transmite aulas ao vivo sobre ferramentas para teletrabalho

23/03/2020 14h29 - Atualizada em 23/03/2020 15h38
Por Isabela Quirino (EGPA)

A Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), visando colaborar com a adaptação dos servidores públicos no período de isolamento social, em que serão necessárias mudanças na forma de trabalho, iniciará a partir desta segunda-feira (23) um projeto de Lives no Instagram, com aulas transmitidas ao vivo. 

As transmissões ao vivo no Instagram, chamadas de Lives, foram pensadas para atender a demanda de educação digital do servidor público. Todas as lives serão relacionadas ao tema de teletrabalho, e estão sendo coordenadas pelo Laboratório de Inovação da EGPA.

“O papel do Laboratório de Inovação da Escola é justamente este, proporcionar novas ferramentas para os servidores, além de ensinar de que forma eles podem se adaptar neste período em que a inclusão digital é tão importante”, disse Isadora Vale, facilitadora de inovação da Escola. 

Para a diretora geral da Escola de Governança, Evanilza Marinho, este é um momento em que devemos utilizar de todas as ferramentas possíveis para facilitar o trabalho em casa. “Entendemos a importância da EGPA neste momento e queremos ser um canal de aprendizado. Para os servidores públicos do Pará o teletrabalho é uma nova ferramenta e pensamos nas lives para orientar esta inovação”, explicou. 

As lives também tem o diferencial de serem ministradas por convidados de todo o país e especialistas no assunto, buscando trazer para os servidores paraenses o melhor conteúdo sobre o tema. “Nosso objetivo é fazer com que os servidores que precisam se adaptar ao novo modelo de trabalho possam saber como fazer, como se preparar, quais ferramentas ele pode usar”, destacou Isadora. 

Além das transmissões ao vivo, a Escola de Governança também irá intensificar para os próximos meses sua produção de Ensino a Distância, disponibilizando conteúdos como aulas e workshops pela sua plataforma online. O Workshop Online “Como começar a liderar times e projetos com os métodos ágeis - e dominar esses métodos o mais rápido possível” é um dos materiais que já está com as inscrições abertas, e será realizado entre os dias 26 de março e 04 de abril.

As lives serão nas segundas e sextas, a partir de 18h no Instagram da EGPA.

Confira o calendário completo:

23/03- “Preciso fazer teletrabalho, mas o que é isso?”: Ministrada por Juliana Legentil, doutoranda em Administração (UnB) e Mestre em Desenho do Teletrabalho (UnB). Integra o grupo E-trabalho, certificado pelo CNPq, realizando pesquisas sobre percepções e práticas de servidores e gestores em contexto de teletrabalho. 

27/03- “Teletrabalho no serviço público: por que é importante?”: Ministrada por Mirian Oliveira, mestre em Gestão Pública pela Universidade de Brasília. Cursa MBA em Pessoas, Inovação e Resultados pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Integra o grupo Trabalho, certificado pelo CNPq, realizando pesquisas sobre percepções e práticas de servidores e gestores em contexto de teletrabalho. 

30/03- “Como normatizar o teletrabalho no setor público?”: Ministrada por Bryan Konno Rocholl, formado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília, especialista em direito público, processo civil e métodos adequados de solução de conflitos, sendo docente da ESAI, Escola Superior do Agronegócio Internacional, da ESA, Escola Superior de Advocacia e do IDP, na condição de supervisor do núcleo CEJUSC/IDP-OAB/DF. 

03/04- “Como começar uma reunião online?”: Ministrada por Isadora Vale, publicitária e pós graduanda em Inovação e Estratégia Empresarial pela Universidade Federal do Pará, facilitadora de projetos inovadores no Laboratório de Inovação da Escola de Governança Pública do Estado do Pará.