Secom lança edital para credenciamento de instrutores de comunicação

Profissionais que desejam ministrar oficinas nos projetos de comunicação comunitária da Secretaria podem se cadastrar até março de 2021

16/03/2020 10h24 - Atualizada em 16/03/2020 11h02
Por Dani Franco (SECOM)

Nesta segunda-feira, 16, foi publicado no Diário Oficial do Estado a chamada para credenciamento de profissionais da área da comunicação que desejam ministrar as oficinas promovidas pela Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom). Veja o edital completo aqui.

Sem caráter empregatício, o cadastro se destina a formar um banco de dados com profissionais que sejam agentes e instrutores das diversas áreas da comunicação. A partir dele será possível selecionar facilitadores para atuar nas jornadas de oficinas de formação e iniciação técnica, cursos de qualificação para profissionais, palestras, mesas redondas e demais atividades do amplo debate na área da comunicação popular e comunitária, além de programações específicas relacionadas aos campos das humanidades e da comunicação.

As atividades objetivam, essencialmente, a democratização do acesso à informação e à comunicação popular e vêm sendo realizadas pela Secretaria em vários formatos e parcerias, dentre eles o Programa Territórios pela Paz (TerPaz).

Voltadas especialmente para a educomunicação e como ferramenta de protagonismo das comunidades, as oficinas da Secom abrangem 17 áreas de atuação: audiovisual, educomunicação, comunicação comunitária, produção de texto, jornalismo, produção cultural, produção editorial, publicidade e propaganda, estudo de mídias, rádio e tv, multimídia, arte digital, design, grafite e arte urbana, fotografia, desenho e linguagem teatral.

“Com o edital, a Secom abre um leque de oportunidades para profissionais da área de comunicação, interessados em participar como instrutores das atividades que serão levadas às comunidades dentro da diretriz de comunicação pública do governo. É mais um passo na consolidação do projeto que assegura políticas públicas à população por meio da comunicação”, afirma a secretária adjunta de Comunicação, Vera Oliveira.

Profissionais e agentes com notório saber podem se cadastrar

No edital de credenciamento estão contemplados profissionais com distintas formações, de graduados à doutores, incluindo também autodidatas, ou agentes com notório saber, que podem trabalhar, por exemplo, com grafite e fotografia.

“A intenção é montar um grande banco de dados com profissionais especializados nas diversas linguagens da comunicação para que possamos executar o cronograma anual de cursos, oficinas e qualificações. Estamos abertos também a parcerias e demandas que as próprias comunidades apresentarem”, explica o diretor de Comunicação Popular e Comunitária, Luiz Carlos Santos. 

“É importante que fique claro que não estamos abrindo vagas para contratação de servidores, mas sim criando um grande banco com profissionais que poderão ministrar nossas oficinas e demais atividades que programamos junto à comunidade” - Luiz Carlos Santos, diretor de Comunicação Popular e Comunitária.

Para se inscrever no credenciamento é necessário ter mais de 18 anos, não possuir nenhum vínculo com a administração estadual e apresentar os documentos que comprovem as habilidades nas quais estão se apresentando. 

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas a qualquer tempo, durante a vigência do edital que é até julho de 2021. O interessado tem três opções de efetuar a inscrição: via e-mail, presencial ou via postal. A Secom orienta que o interessado leia todo o edital de credenciamento para só depois efetuar sua inscrição e enviar as cópias dos documentos solicitados. As pessoas credenciadas podem ou não ser chamadas para participar como facilitadores das atividades promovidas pela Secom, de acordo com as demandas necessárias da Secretaria.

Serviço

Edital de Credenciamento da Secom
De 16 de março de 2020 até 16 março de 2021
Leia aqui o edital completo
Informações: dcpc@secom.pa.gov.br