Ophir Loyola realiza campanha de doação de sangue

O Hospital Ophir Loyola possui uma das maiores demandas por transfusão no Pará.

10/12/2019 14h23 - Atualizada em 10/12/2019 16h54
Por Lívia Soares (HOL)

A doação de sangue é um ato de amor ao próximo que dura apenas alguns minutos e pode salvar até quatro vidas. Para sensibilizar novos e usuais voluntários, o Hospital Ophir Loyola, em parceria com a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemopa), realizará mais uma campanha nos dias 17 e 18 de dezembro com o objetivo de repor os estoques de sangue da instituição, que chega a realizar 900 transfusões por mês.

A ação ocorrerá das 8h às 16h, em frente ao Hospital, na unidade móvel do Hemopa que estará posicionada na Av. Magalhães Barata. O HOL precisa de doações regulares para assistir os pacientes devido a sua referência em oncologia. "Nossa meta com a campanha é conseguir 100 bolsas de sangue por dia. Também queremos incentivar os servidores a doarem, para isso elaboramos uma gincana entre as clínicas do hospital. A clínica que enviar mais doadores, ganhará uma cesta com produtos natalinos", disse Leonice Carvalho, enfermeira da Agência Transfusional do hospital.

"O câncer é uma doença que, dependendo do tipo, consome muitos hemocomponentes do organismo. Pacientes em tratamento com quimioterapia e radioterapia precisam muito de plaquetas, outros pacientes sofrem com a diminuição da hemoglobina, daí a importância das campanhas para que haja a reposição para estes pacientes”, afirmou a enfermeira.

Para ser um candidato à doação de sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três.