Jucepa participa de evento sobre crimes de lavagem de dinheiro e combate à corrupção, em Brasília

Presidentes e representantes das Juntas Comerciais do Brasil discutiram sobre a lavagem de dinheiro

08/11/2019 18h15 - Atualizada em 08/11/2019 21h28
Por Fabíola Uchôa (JUCEPA)


A Junta Comercial do Estado do Pará participou nesta sexta-feira (08), de um ‘workshop’ sobre a Lei 9.613, no auditório Waldemar Giomi, em Brasília/ DF. A finalidade do evento foi reunir com os presidentes e representantes das Juntas Comerciais do Brasil e seus dirigentes, para discutir sobre o papel das Juntas Comerciais no combate à lavagem de dinheiro e crimes relacionados.

Para a presidente da Jucepa, Cilene Sabino, os dirigentes dos órgãos de registro do país devem sempre buscar mecanismos e sistemas que visem o controle e prevenção à lavagem de dinheiro. Segundo ela, a identificação de casos que possam causar danos ao Estado e à sociedade como um todo é essencial para a prestação dos serviços já que essa é uma nova realidade que vem se apresentando e é de interesse dos gestores das Juntas.

“É importante fazer essa análise e verificar o que pode ser feito dentro da realidade das Juntas para intensificar o combate à lavagem de dinheiro, pois, estamos trabalhando por um Brasil melhor,” afirma a presidente da Jucepa.

Estiveram presentes no evento o Presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) Ricardo Lião, o Diretor de Supervisão da Coaf, Rafael Vasconcelos e o Diretor do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI) André Santa Cruz.