Assinado termo para futura reforma do terminal hidroviário de Breves

01/10/2019 14h21 - Atualizada em 01/10/2019 16h52
Por Bruno Magno (CPH)

O maior município do arquipélago do Marajó, Breves, vai ganhar uma nova porta de entrada com a futura revitalização do terminal hidroviário da cidade. Na manhã desta terça-feira (1º), a prefeitura municipal e a Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) assinaram, em Belém, o termo de cooperação técnica que prevê elaboração de projeto básico e executivo de reforma e adequação do espaço.

"A orientação do governador é para que nós façamos a reforma em todos os terminais hidroviários do Estado, e o município de Breves, considerado estratégico para a ilha do Marajó, vai ganhar um terminal moderno, com uma grande infraestrutura. Queremos proporcionar cada vez mais conforto e segurança para os usuários que utilizam o modal hidroviário no Pará", destaca Abraão Benassuly, presidente da CPH.

Prefeito de Breves, Antônio Barbosa e Abraão Benassuly, presidente da CPH assinam termo de cooperação técnicaPara Antônio Barbosa, prefeito de Breves, a assinatura do termo é o primeiro passo para concretizar a reforma do terminal hidroviário do município, que precisa de melhorias na infraestrutura e não possui mais capacidade para atender o crescimento da cidade. Hoje, Breves possui uma população de 104 mil
habitantes.

"Nó estamos muito agradecidos pelo empenho do Governo do Estado, por meio da CPH, que tem dado uma atenção especial a este projeto. O terminal vai mudar a cara da nossa cidade e ajudar a alavancar o turismo. Sem contar que também temos um problema muito sério com o tráfico de drogas e o tráfico humano, e por meio deste terminal, vamos ter um controle maior em relação a isso", observa o gestor municipal. O projeto de reforma e adequação do terminal hidroviário de Breves tem prazo de 12 meses para ser concluído.

Localizada a 221 quilômetros de Belém, a principal entrada para Breves é por meio hidroviário. A cidade tem como principais atividades econômicas a agricultura e o turismo. Das cidades do Marajó, os municípios de Cachoeira do Arari e Portel também já assinaram o termo de cooperação técnica para
elaboração dos projetos básicos e executivos para futuras reformas dos espaços.

Reformas – Em julho deste ano, durante as ações do Governo Por Todo o Pará no Marajó, Governo do Estado, CPH e prefeituras municipais assinaram as ordens de serviço para elaboração de projetos de reforma e adequação de 10 terminais hidroviários: Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Chaves, Melgaço, Anajás, Bagre, Afuá, Soure, Breves e Portel.

O investimento, no valor de R$ 738.615,05, beneficiará os terminais de Breves, Santa Cruz do Arari, Melgaço e Soure. O valor de R$ 482 mil será destinado aos municípios de Afuá, Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves e Portel. As prefeituras de Melgaço e Santa Cruz do Arari já entregaram à CPH os conceitos básicos dos seus projetos.

Vale lembrar que os terminais de Muaná e Ponta de Pedras estão em processo de revisão de projetos. Em Curralinho, a obra está em andamento, enquanto que os terminais de Gurupá e São Sebastião da Boa Vista já foram reformados.