Emater apresenta trabalhos desenvolvidos no Estado durante feira de exposição agropecuária

15/07/2019 09h35 - Atualizada em 15/07/2019 09h50
Por Rodrigo Reis (EMATER)

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) marcou presença, de 6 a 14 de julho, no "Espaço do Produtor", da da 33° Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama). O espaço foi pensado para mostrar um pouco da prática de trabalho desenvolvidas em alguns órgãos do Estado. Além da Emater, participaram, também, técnicos da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Pará Rural, Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), Instituto de Terras do Pará (Iterpa) e também do Banco do Estado (Banpará).

O chefe local da Emater em Marabá, William Guimarães, explicou que, além de apresentar a Emater aos visitantes, os técnicos também mostraram algumas culturas de trabalho, como a hidroponia e plantas medicinais. "Foi importante porque os visitantes puderam conhecer um pouco mais do trabalho desenvolvido pela Emater na região", disse. A presidente da Emater, Cleide Amorim, prestigiou o evento.

Hidroponia - A técnica da hidroponia chamou bastante atenção de quem passava pelo espaço do produtor. O sistema de cultivo permite que as plantas sejam capazes de se desenvolverem plenamente sem a utilização do solo. No sistema de cultivo, as plantas se desenvolvem e são alimentadas por meio de uma solução nutritiva, ou seja, em água onde são dissolvidas os sais contendo todos os nutrientes essenciais à sua sobrevivência e desenvolvimento. As principais vantagens são: economia de água, maior produtividade, economia de mão-de-obra, colheita precoce e menor infestação de pragas e doenças.

A Expoama é realizada anualmente, sempre no mês de julho, pelo Sindicato do Produtores Rurais de Marabá, e visa, principalmente, promover o desenvolvimento de negócios e de divulgação do trabalho de empresas dos mais diversos segmentos da região sudeste do Pará. O evento foca na difusão de tecnologias nas áreas de atuação do agronegócio, comércio, indústria, serviços e entretenimento. A feira é uma das maiores vitrines do agronegócio brasileiro.