Seduc vai patrocinar participação de ginastas paraenses em torneio regional

14/06/2019 18h01 - Atualizada em 14/06/2019 18h37
Por Leidemar Oliveira (SEDUC)

Equipe é formada por 10 ginásticas, sendo seis estudantes de escolas públicas do EstadoA equipe paraense de ginástica rítmica confirmou participação no Torneio Regional Norte, que ocorre em Manaus, de 3 a 7 de julho. A viagem ainda era dúvida, porque parte das atletas não tinha recurso financeiro para arcar com os custos do deslocamento. A equipe é formada por 10 ginastas, sendo seis estudantes de escolas públicas. Na tarde desta sexta (14), a secretária de Estado de educação, Leila Freire, recebeu o grupo e confirmou que a secretaria vai custear as passagens aéreas para as estudantes.

"Conseguimos organizar nosso orçamento e garantir este apoio porque nosso papel é incentivar os sonhos das nossas crianças e adolescentes", disse Leila.

Emocionadas, as atletas agradeceram o apoio para participar. Elas já foram selecionadas na etapa estadual da competição e precisam estar na regional, para sonhar com a grande final, prevista para outubro, em São Bernardo do Campo. "É um sonho poder viajar e seguir adiante no torneio, quero muito representar o Pará e o Marajó nessa seletiva", comemorou a estudante Maykelly Bandeira. A ginasta mirim é de Salvaterra, treina no Marajó e vem para Belém participar da competição.

Treinadora Francilena Branco está feliz, já que equipe vai estar completa em Manaus, disputando todas as modalidades A etapa regional vai selecionar 4 destaques nas categorias pré-infantil, infantil, juvenil e adulto. O Pará segue na disputa com participantes em todas as modalidades. A equipe paraense já é medalhista com 1º, 2º e 3º lugares na seletiva estadual. Todas elas fazem parte do grupo de atletas que treinam no Núcleo de Esporte e Lazer da Seduc (NEL).

"Temos bons atletas em condições de competir de igual para igual, mas nem sempre em condições financeiras, então, com esse apoio, o governo do Estado comprova o seu compromisso com o esporte paraense", comentou o diretor do NEL, Fernando Silva.

Felicidade maior é para a treinadora Francilena Branco, que vai ter a sua equipe completa em Manaus, disputando todas as modalidades. Ela confessa que estava aflita com a falta de apoio e revelou que, em mais de 10 anos como técnica, nunca tinha sido recebida por uma secretária de Educação. "Para nós esse apoio do Estado é um grande incentivo e inédito. Estamos confiantes que vamos trazer esse título ao Pará", afirma.