Estado decretará situação de emergência para apoiar cidades do nordeste do PA afetadas por fortes chuvas

Ourém foi a cidade mais atingida. Obras de reconstrução nas estradas bloqueadas começam na segunda-feira (23)

21/05/2022 19h52 - Atualizada em 21/05/2022 20h36

O Governo do Pará anunciou medidas de assistência a municípios da região nordeste do estado que sofreram com fortes chuvas, desde a manhã da última sexta-feira (20). Entre as ações, está o decreto de situação de emergência para agilizar assistência às famílias atingidas.

"Nós trabalharemos em duas frentes: primeiro decretando situação de emergência na região garantindo aos municípios o apoio para a reconstrução das estradas vicinais, recompondo também as estradas estaduais que tiveram pontos bloqueados, garantindo que sejam construídas para retomar o acesso entre os municípios. Segundo, as famílias já estão sendo cadastradas pela Defesa Civil do Estado com suporte do Corpo de Bombeiros Militar do Estado, para que sejam assistidas com o Programa Recomeçar, com o apoio e assistência emergencial do Governo do Estado com cestas de alimentos de ajuda humanitária, para que com isso se consiga amenizar o sofrimento e as dificuldades tanto dos moradores de Ourém quanto de Garrafão do Norte," detalhou o governador Helder Barbalho, que esteve na tarde deste sábado (21) nos municípios mais afetados.

Uma equipe técnica do Governo do Pará sobrevoou as cidades do nordeste do estado para avaliar os impactos das chuvas. A Defesa Civil Estadual e o Corpo de Bombeiros Militar e as Secretarias de Transporte (Setran) e Assistência Social (Seaster) visitaram as cidades de Garrafão do Norte e Ourém. Esta última foi a mais afetada, com estradas vicinais e estaduais bloqueadas. O trabalho de reconstrução das vias começa na próxima segunda-feira (23). A PA-251, que liga Ourém a São Miguel do Guamá está interditada. 

Em Ourém, há cerca de 300 famílias desalojadas, segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. O Governo do Estado se mobiliza para agilizar as ações emergenciais. 

"Estamos agradecidos com a presença do governador e sua equipe, que de imediato atendeu nosso pedido para visitar o município e está aqui de perto vendo a situação difícil que estamos passando. Não iríamos conseguir enfrentar sem o apoio do Estado", reforçou Roberto Uchôa, prefeito de Ourém.

O bairro do Pantanal foi o mais impactado. A Defesa Civil Estadual auxilia na verificação das principais necessidades. 

"Estamos trabalhando para levantar os dados das famílias que realmente serão beneficiadas pelo processo de situação, e a partir disso dar início à ajuda humanitária que o município precisa, com objetivo de diminuir o sofrimento da população o mais rápido possível", esclareceu Major Bruno, chefe de operações da Defesa Civil estadual.

Outros municípios como Capitão Poço, Capanema e Garrafão do Norte também estão sendo monitorados.

Por Denise Soares (SECOM)