Governo do Estado faz adaptações para garantir o transporte de passageiros entre Outeiro e Icoaraci

Um navio e lanchas rápidas vão apoiar o traslado de pessoas até Outeiro, anunciou o governador Helder Barbalho em suas redes sociais

18/01/2022 21h57 - Atualizada em 19/01/2022 02h14

O Governo do Pará, com o apoio da Capitania dos Portos, trabalha para que a partir desta quarta-feira (19) um navio possa fazer o trajeto entre o Terminal Hidroviário de Belém e o distrito de Outeiro, além de lanchas rápidas, que saiam do terminal de Icoaraci para o terminal de Outeiro, criando mais alternativas de saída e chegada para moradores e pessoas em trânsito. O objetivo é que as embarcações que chegam à 7ª Rua fiquem destinadas ao transporte de veículos, enquanto o navio e as lanchas rápidas sejam apenas para o traslado de pessoas.

A iniciativa foi divulgada pelo governador Helder Barbalho na noite desta terça-feira (18), nas suas redes sociais. "Também já trabalhamos com o Ministério Público do Estado do Pará (MP-PA) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para viabilizar a contratação da empresa responsável pelas obras de reconstrução que permitirão o restabelecimento do tráfego na Ponte do Outeiro", anunciou o chefe do Executivo Estadual.A movimentação no entorno da ponte é monitorada pelo Sistema de Segurança Pública

"Ao mesmo tempo, trabalhamos para garantir o direito de ir e vir. Conseguimos, rapidamente, estabelecer serviços em uma balsa e um ferry boat para os deslocamentos logo após o incidente. E tudo o mais para que, o mais rápido possível, as pessoas, com o menor tempo e menor constrangimento, terem a normalidade de suas rotinas", reforçou Helder Barbalho.

Monitoramento - O Governo do Pará, por meio do Sistema de Segurança Pública, segue trabalhando ininterruptamente para amenizar os transtornos causados pela interdição da Ponte do Outeiro, cuja estrutura foi danificada após a colisão de uma balsa com um dos pilares centrais, na manhã de segunda-feira (17).

Nesta terça, foram instaladas tendas de proteção contra sol e chuva para os passageiros que aguardam o ferry boat e a balsa, disponibilizados pelo Estado para realizar viagens gratuitas entre os distritos de Icoaraci e Outeiro, saindo da 7ª Rua, nas 24 horas, por tempo indeterminado.

No mesmo local foram instaladas quatro câmeras de segurança, sendo duas em um micro-ônibus da Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social) estacionado próximo ao local de embarque e desembarque, e cinco banheiros químicos. Um drone sobrevoa o trecho da travessia, e as imagens são remetidas em tempo real para o gabinete de crise.

Uma intercorrência causada pela baixa no nível do Rio Maguari fez com que a balsa não conseguisse desembarcar os veículos, e no meio da tarde as operações de deslocamento entre um lado e outro tiveram de parar por cerca de duas horas. As travessias foram retomadas a partir das 18 h.

Organização - De acordo com o titular do Comando de Policiamento da Capital (CPC) II, coronel Juniso Honorato, durante todo o dia um conjunto de forças da Segurança Pública do Estado e do município de Belém atuaram para organizar a mobilidade de pessoas e veículos.

"Polícia Militar, Bombeiros, Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), Defesa Civil, dentre outros, se fazem presentes nesse trabalho. De fato, tivemos um problema em função da tábua de mares. O nível desceu demais, e o caminhão ficou engatado no desembarque do outro lado, e isso gerou um acúmulo de pessoas. Mas tem fluído tranquilamente, de um modo geral. Fazemos aqui mais um apoio mesmo", informou o coronel. 

Por Carol Menezes (SECOM)