Escola de Governança participa de congresso nacional de Administração

EGPA apresentou cases de destaque em evento que fomenta o compartilhamento de conhecimentos e experiências para implementar medidas de aprimoramento para os programas de formação.

04/12/2021 12h18 - Atualizada em 04/12/2021 13h31

Entre os dias 30 de novembro e 03 de dezembro a Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), por meio do seu Laboratório de Inovação (LabInov EGPA), participou do Congresso do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (CONSAD), a partir do grupo de trabalho das Escolas de Governo. O evento foi realizado em Maceió.  

O Consad é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que reúne representantes de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. Nele, o grupo de trabalho das Escolas de Governo busca promover o compartilhamento de conhecimentos e experiências e implementar medidas de aprimoramento para os programas de formação. 

O Laboratório de Inovação foi representado pelo seu coordenador, Reinan Abreu, que também coordena o ensino a distância da Escola. “A EGPA, através do seu Laboratório de Inovação, teve um destaque durante a programação ao apresentar seus cases de trabalho nos últimos dois anos, diante da pandemia, e nossa plataforma educacional será um piloto dentro do Consad, executando algumas demandas de capacitação atendendo as especificações e necessidades de cada estado”, explicou o professor.  

A Escola de Governança irá produzir dois cursos piloto de Licitação e de Lei Geral de Proteção de Dados, pela plataforma do Ambiente Virtual de Aprendizagem da Escola, e que serão oferecidos gratuitamente para todos os servidores do Brasil. “O laboratório de inovação é um espaço projetado para criar condições favoráveis para que a inovação ocorra. Através do estabelecimento de um ambiente criativo e colaborativo, novos conhecimentos podem ser facilmente compartilhados e ideias podem ser desenvolvidas”, destacou Reinan. 

LabInov EGPA

Em 2021, Escola de Governança participou da maratona internacional de laboratórios de inovação, o “iLabthon Integrathon”, que reuniu mais 250 equipes do Brasil. Neste ano o LabInov também consolidou novas propostas das metodologias ativas e formatação de produção de conteúdos educacionais em formato híbrido, com ações síncronas e assíncronas, utilizando as as ferramentas digitais e plataformas educacionais em webinários, workshops, cursos, aulas abertas e oficinas interativas em sala de situação.

Por Isabela Quirino (EGPA)