Há 56 anos, Emater impulsiona produção rural de mais de 83 mil famílias agricultoras no Pará 

Órgão irá investir no plano de construção e reconstrução de 50 escritórios locais e regionais em todas as regiões do estado, e ainda nas obras da Unidade Didática de Conceição do Araguaia, a UDCA

03/12/2021 10h13 - Atualizada em 03/12/2021 13h04

Em dezembro de 1969, então com 19 anos, Isaac Vieira Romário teve a carteira assinada como auxiliar de escritório para trabalhar na Associação de Crédito e Assistência Rural (Arcar-Pa), hoje Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA), e lá vão cinco décadas das quais o servidor se orgulha. Nesta sexta-feira (3), o órgão estadual completa 56 anos de atuação no setor agropecuário, com a missão de promover o desenvolvimento sustentável por meio do conhecimento e tecnologia, assegurando a melhoria da qualidade de vida da sociedade rural junto a 83.309 famílias agricultoras familiares.

"Estamos  investindo para apoiar o trabalho em campo, para melhoria da qualidade do atendimento ao nosso público assistido, com o apoio do Governo do Estado. Até o final deste ano trabalhamos para fazer a recuperação de mais de 70 veículos; a viabilização de 75 veículos novos que irão contribuir para a atuação dos técnicos em diversos municípios, e ainda a aquisição de equipamentos como computadores; além do início do serviço de obras de construção e reconstrução de escritórios locais e regionais" afirmou o presidente  Rosival Possidônio.

Rosival Possidônio é presidente da EmaterPara melhorar o atendimento no próximo ano, está em curso o plano de construção e reconstrução de 50 escritórios locais e regionais em todas as regiões do estado, e ainda  a construção da Unidade Didática de Conceição do Araguaia, a UDCA, que quando pronta, em janeiro de 2022, terá a capacidade de realizar 3 mil atendimentos anuais, beneficiando famílias produtoras de 12 municípios do Sul e Sudeste do Pará.

Até outubro deste ano, a Emater do Pará realizou 55.709  atendimentos, e com os números que ainda serão registrados em novembro e dezembro, deve alcançar a meta prevista para 2021 que é de 68 mil atendimentos.

Até o momento, o órgão estadual emitiu 5.627 Cadastros Ambientais  Rurais, o CAR, documento obrigatório para a unidade produtividade que garante o acesso a diversas políticas públicas voltadas a esse público.

Recursos

O trabalho continua até o final de dezembro, com recursos viabilizados por projetos de crédito rural, com recursos do Programa Fomento, que é não-reembolsável, e serviços de ATER por todo o Pará,  visando a sustentabilidade de povos e meio ambiente. Em relação ao acesso ao crédito rural, até novembro, por meio de 1.865 projetos elaborados pelos técnicos de ATER em todo o estado, através de várias instituições financeiras, foi viabilizado o montante de R$86.064.037,17, para o fomento de diversas cadeias produtivas.

O agricultor Ademar Rodrigues investe na cultura do abacaxi com assistência da EmaterAtendido pela Emater desde 2014,  Ademar Rodrigues de Miranda tem como carro-chefe de sua produção, na Vila Piaçava, a cultura do abacaxi, que é o principal item da agricultura familiar em Floresta do Araguaia, sul paraense. Com 330 mil pés cultivados, a expectativa do produtor é colher 130 mil frutos, em janeiro de 2022,  garantindo uma receita de R$ 220 mil para a família.

"O trabalho da Emater é muito importante pra minha família. Com a assistência do técnico Richard Araújo, conseguimos aumentar em 50% a nossa produtividade, além do assessoramento para obter o financiamento através do Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento a Agricultura Familiar]", disse o produtor que, como também cria gado, reaproveita a coroa do abacaxi para servir de ração animal, propiciando um ciclo de sustentabilidade.

O servidor Isaac Romário é o funcionário mais antigo ainda em atuação na Empresa"A Emater é como minha casa, me sinto bem aqui,  no meu dia a dia. Com esse trabalho criei um casal de filhos, minha filha é assistente social, meu filho é militar da Aeronáutica. Sinto muito orgulho em fazer parte da história dessa Empresa que é presente nos 144 municípios do nosso estado", contou seu Isaac Romário, lotado no setor de Prestação de Contas do Escritório Central, em Marituba, servidor mais antigo em atividade.

 

Texto: Paula Portilho / Ascom Emater 

Por Luana Laboissiere (SECOM)