EGPA e Seduc abrem inscrições para projeto de qualificação de professores do Ensino Médio

Podem participar professores de todo o Pará. As inscrições são exclusivamente online por formulário eletrônico e as aulas começarão dia 25 deste mês

19/10/2021 12h53 - Atualizada em 19/10/2021 13h28

As aulas serão realizadas em três períodos até 5 de novembroA Formação de Professores do Ensino Médio (Forpem) é uma ação desenvolvida pela Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc) desde 2019. As inscrições para a etapa de 2021 da qualificação estão abertas. Os professores de todo o Pará poderão se matricular na formação que será realizada por meio do ensino a distância e com inscrições online, clique aqui para acessar o formulário. As aulas serão realizadas de 25 a 27 de outubro, 29 de outubro, e de 03 a 05 de novembro.  

“Queremos promover a capacitação de professores do ensino médio da rede pública de ensino, para o aperfeiçoamento de práticas docentes, na perspectiva das áreas de conhecimento”, explica o coordenador da ação, Jaime Ramos. A formação foca nas capacidades que promovam nos estudantes as aprendizagens essenciais para o desenvolvimento de competências e habilidades à luz dos pressupostos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e avaliadas nos exames de larga escala como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O percurso formativo divide os profissionais a partir de suas áreas de conhecimento e seus componentes curriculares: Linguagens e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias; Ciências humanas e sociais aplicadas; Redação.

Para atendimento à formação, a distribuição das vagas atenderá às escolas estaduais localizadas nos municípios jurisdicionados às seguintes regionais de Educação (URES): 1ª URE – Bragança, 2ª URE – Cametá, 3ª URE – Abaetetuba, 4ª URE – Marabá, 5ª URE – Santarém, 6ª URE – Monte Alegre, 7ª URE – Óbidos, 8ª URE – Castanhal, 9ª URE – Maracanã, 10ª URE – Altamira, 11ª URE – Santa Isabel do Pará, 12ª URE – Itaituba, 13ª URE – Breves, 14ª URE – Capanema, 15ª URE – Conceição do Araguaia, 16ª URE – Tucuruí, 17ª URE – Capitão Poço, 18ª URE – Mãe do Rio, 19ª URE Metropolitana, 20ª URE – Ilhas, 21ª URE – Parauapebas e 22ª URE – Xinguara.

Marlete Andreza Moraes Vieira, professora da área de linguagens na Escola Zacarias de Assunção, do Guamá, foi uma das profissionais formadas na última edição e recomenda a formação para os colegas. “Foi excelente minha experiência com o Forpem, tanto que eu virei formadora da ação e participarei este ano. Com certeza, o profissional que assiste essa formação será recompensado intelectualmente pela gama de conhecimento que vai adquirir”, destacou. 

A edição de 2019, realizada no formato presencial, formou 111 professores. Já em 2020, o Forpem foi totalmente online, certificando 823 professores. Este ano o projeto será desenvolvido de maneira remota, para professores de todo o estado, e presencialmente, apenas para professores selecionados que atendem as escolas que integram o programa Territórios Pela Paz (TerPaz). 

Por Isabela Quirino (EGPA)