Estado e Instituto Alachaster firmam protocolo de intenções para empreendedorismo sustentável

Parcerias objetivam multiplicar soluções sociais e ambientais por meio de articulações publicas ou privadas

10/09/2021 11h38 - Atualizada em 10/09/2021 12h09

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), assinou, na última quarta-feira (8), um protocolo de intenções com o Instituto Alachaster para realização de parcerias a favor do empreendedorismo paraense. 

Presidente do Instituto Alachaster, Soraya Costa enfatizou que um dos focos do trabalho são os pequenos empreendimentos. "Quando nós assinamos um protocolo de intenção com o governo é justamente para nós juntarmos forças para que esses pequenos empreendedores, que são o nosso público alvo, possam se juntar e ser apoiados pelo governo e por grandes empreendedores", afirmou ela.

O Instituto Alachaster realiza trabalhos voltados para economia verde, bioeconomia e saberes tradicionais. "É tudo nessa linha da bioeconomia, da gente trabalhar com a economia em ciclo, da reciclagem, reaproveitamento do lixo, dessa conscientização. Então, eles já têm vários trabalhos nesse sentido e a gente pode apoiar, institucionalmente, e articular parcerias, público ou privadas, para que as ações aumentem a conscientização porque isso é uma fonte renda", explicou Cristina Pingarilho, da Coordenadoria de Micro e Pequenas Empresas, da Sedeme. 

Atualmente, o Instituto realiza a Feira da Economia Verde, projeto patrocinado pelo Banco Amazônia, que divulga pequenos empreendedores da região. O evento será realizado nos dias 2 e 3 de outubro, durante o dia todo, e a proposta é que seja no formato híbrido, presencial e online. 

Segundo a diretora de Projetos Estratégicos, da Sedeme, Rafaela Pimentel, esse tipo de iniciativa tem chamado atenção do governo. “O Governo do Estado está totalmente sensibilizado com as ações de sustentabilidade que buscam melhorar a qualidade de vida da população. Portanto, firmar parcerias que venham multiplicar soluções sociais e ambientais, é uma ferramenta essencial de desenvolvimento econômico”, conclui. 

Para saber mais sobre a Feira da Economia Verde, basta acompanhar o perfil do Instituto Alachaster no Instagram.

Por Igor Fonseca (SEDEME)