Obras no Iesp avançam para receber novos agentes de segurança pública

Valor total do investimento é de mais de R$ 500 mil, oriundo do Fundo Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (Fespds)

01/09/2021 13h01

O Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) recebe obras estruturais para atender as demandas de formação dos atuais e futuros servidores da pasta, que refletem diretamente na melhoria do serviço prestado à população.

Estão em fase de acabamento as obras do novo ginásio poliesportivo e o dojô, local para o treino de artes marciais, para capacitação profissional e a prática esportiva. “Conseguimos transformar a quadra que estava há 21 anos a céu aberto, muito deteriorada e ela vai ficar em um padrão para excelente, coberta, com apoio de banheiros e vestiários. Anexo a ela conseguimos construir um dojô, um espaço para a prática de artes marciais e defesa pessoal, fundamental na formação dos agentes de segurança pública. É um avanço muito importante para o sistema”, explica o diretor do Iesp, coronel Antônio Bentes.

Iniciados em janeiro de 2021, os serviços executados incluem arquibancada, alambrados, cobertura com telha em alumínio e piso, todo refeito com concreto e com serviço de pintura. A área compreende cerca de 738,45 m². Já o dojô mede aproximadamente 170 m² e possui capacidade para treino de até 30 agentes. O ginásio e o dojô terão, ainda, vestiário com alas masculina e feminina, já pronto para uso. O valor total do investimento é de mais de R$ 500 mil, oriundo do Fundo Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (Fespds).


Ampliação

Já estão em fase de fundação, as obras do novo bloco de sala de aulas do Instituto. A ampliação ocorre principalmente pelo aumento da demanda proveniente dos concursos das Polícias Civil e Militar, com previsão de 1.088 alunos, entre aprovados nos cargos de delegado, investigador, papiloscopista e escrivão e mais de 2.405 PMs, entre praças e oficiais. 

A construção a ser erguida terá um bloco com quatro salas de aula que juntas terão a capacidade para 100 alunos, além de banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência. O prédio contará ainda com sala administrativa e arquivo. Construído entre os blocos E e F, custará R$ 223.962,78 do Tesouro Estadual e a conclusão está prevista ainda para este semestre.

De acordo com a direção, o objetivo é erguer um outro bloco ainda este ano. “A construção de dois novos blocos que perfazem um total de nove salas de aula e uma administrativa. Esse suporte agrega para atender os cursos de formação principalmente dos concursos públicos ora em andamento, Polícia Militar e Polícia Civil, cujos aprovados devem ingressar no Instituto no primeiro trimestre de 2022”, informou o coronel Antônio Bentes.

Melhorias

Além das obras, o espaço tem recebido outras benfeitorias, como as reformas dos alojamentos com capacidade para 140 cadetes em internato. Outro espaço que também terá melhorias é o Núcleo de Assistência à Saúde, que recebeu uma nova cadeira odontológica e também deve ser reformado no segundo semestre. 

“O Instituto já está aqui há 21 anos, mas essas instalações pertenceram anteriormente à Seduc (Secretaria de Estado de Educação), onde funcionou o treinamento de recursos humanos. Ao longo desses anos verificamos que se faziam necessários alguns projetos estruturais, como o redimensionamento elétrico, arquitetônico, hidráulico e de para-raios, que estão em fase de contratação de empresa responsável”, acrescentou o diretor.

Por Dayane Baía (SECOM)