Em dois dias, população de Bagre tem acesso a documentos e vacinas

A parceria da Sejudh com a Polícia Civil e Defensoria Pública, e apoio da prefeitura, levou serviços a moradores das áreas urbana e ribeirinha

11/06/2021 19h57 - Atualizada em 12/06/2021 00h50

A Caravana de Cidadania e Direitos Humanos, que levou serviços à população do município de Bagre, no Arquipélago do Marajó, encerrou as atividades nesta sexta-feira (11) após dois de trabalho, com um saldo de 800 atendimentos. Além de emissão de documentação civil básica, em parceria com a Polícia Civil, e encaminhamento para cartórios, via Defensoria Pública, foram ofertados serviços de saúde e vacinação contra a Covid-19.

Os beneficiados pela ação de cidadania agradeceram ao Estado pela iniciativaMuitas pessoas que moram em cidades e comunidades ribeirinhas próximas compareceram à ação, como Bibieth da Cunha, que chegou cedo e garantiu o documento de identidade. “Para conseguirmos o documento de identificação precisamos, em muitos casos, nos deslocar para Belém. Ter esse momento em Breves é único”, afirmou.

Documentos - Para realizar a Caravana de Cidadania e Direitos Humanos no Marajó, a Sejudh conta com a parceria da Polícia Civil e da Defensoria Pública do Estado. A PC é a responsável pela emissão de carteiras de identidade. Já a DPE, em parceria com os cartórios do Estado, envia ofícios para a emissão gratuita de certidões, de nascimento e óbito. A emissão de documentos beneficiou moradores das áreas ribeirinhas

Bagre tem 31 mil habitantes, divididos entre a zona urbana e localidades ribeirinhas. As chuvas torrenciais que caíram nos dois dias de ação não impediram a busca pela cidadania. “Eu, que moro na zona rural e sou pescadora, não tenho condições de pagar no cartório uma nova via de certidão de nascimento. Que bom que vocês vieram aqui conosco”, disse Antônia Sousa, moradora da comunidade ribeirinha do Camaleão.

De posse do documento novo e na companhia dos netos, Luiza Costa agradeceu pela oportunidade. “Volto para a ilha onde moro feliz da vida”, garantiu.

Apoio do município - Responsável pela articulação da Caravana no Marajó, Tilene Almeida ressaltou a importância do apoio da Prefeitura de Bagre para a realização do evento. “Muito importante contar com a gestão municipal para a realização de eventos como esse, que trazem benefícios à população”, acrescentou.A Caravana agora segue para atender moradores de Curralinho

Já o prefeito de Bagre, Cleberson Farias Lobato Rodrigues (Clebinho), agradeceu ao governo do Estado pelo fortalecimento da cidadania no município. Segundo ele, “Bagre já aguarda, com ansiedade, um retorno da Caravana à cidade, que trouxe inúmeros benefícios aos munícipes”.

Após o trabalho em Bagre, a Caravana se desloca para Curralinho, também no Marajó, onde realiza a ação de cidadania nos dias 13 e 14 de junho (domingo e segunda-feira), na Escola Francisco Chagas, localizada na Travessa João Gabriel, no Centro.

Por Gerlando Klinger (SEJUDH)