Cohab investe mais de R$ 2,5 mi em melhorias de habitações de cinco cidades

17/09/2020 19h41 - Atualizada em 17/09/2020 22h50
Por Ronan Frias (COHAB)

Mais de 300 famílias de cinco municípios foram contempladas, nesta quinta-feira (17), com o Sua Casa. O programa habitacional do governo do Estado, gerenciado pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab), é voltado para construção e reforma de casas. O benefício foi entregue para moradores das cidades de Floresta do Araguaia, Pau D’arco, Redenção, Sapucaia e Xinguara. O investimento para melhoria das habitações foi superior a R$ 2,5 milhões.

A Cohab divulgou números que comprovam a importância do programa na melhoria da sociedade paraense. “As ações de hoje na região sudeste Pará são o reflexo de que a Companhia de Habitação paraense vem trabalhando por todo o Pará, conforme prometido no plano de governo. Já superamos a marca de 6,3 mil benefícios entregues e investimos mais R$ 44 milhões com o Sua Casa. O resultado de todo esse trabalho é a certeza de que as casas terão melhores condições. A população vem ganhando mais dignidade e qualidade de vida”, diz o presidente da Cohab, Adler Silveira.

A deputada federal Elcione Barbalho acompanhou a agenda de entregas do Sua Casa nesta quinta-feira e avaliou positivamente a ação do governo do Estado. “Os recursos foram investidos na realização do sonho de moradia para nossa gente”, afirmou.

Apoio - Marcos Matheus foi um dos 51 contemplados com o Sua Casa na cidade de Pau D’arco. Para o beneficiário, “o programa veio em boa hora. Tem muita gente que não tinha condições de construir uma casa, mas o benefício veio pra nos ajudar. Agradeço ainda mais porque a ajuda veio também para pagar a mão de obra. Obrigado ao governo do Estado”. 

O programa Sua Casa foi criado em 2019, na atual gestão, e consiste na concessão de benefícios com o objetivo de garantir auxílio financeiro para aquisição de material de construção e para o pagamento da mão de obra. O valor concedido para aquisição de material de construção e para pagamento da mão de obra é de até R$ 21 mil, que são calculados levando em consideração dados previstos em uma tabela técnica.

Além de servir para a aquisição de material de construção civil, o benefício gera renda na região. Os recursos auxiliam ainda o pagamento da mão de obra. Para cada família beneficiada, são gerados até três empregos temporários no setor da construção civil, e dois indiretamente nas áreas do comércio e indústria.