Pará está na 14ª posição no ranking de isolamento social, com taxa de 34,96%

Belém está na 13ª posição entre as capitais, com 35,90%. Isolamento está em queda no País, mas secretário de Segurança alerta para medidas de proteção

08/08/2020 15h39 - Atualizada em 08/08/2020 16h21
Por Walena Lopes (SEGUP)

Belém está na 13ª posição no ranking entre as capitais em um cenário no qual o isolamento vem caindo no País, embora o risco persista

O Pará alcançou a 14ª posição no ranking nacional de isolamento, na sexta-feira (7), com taxa de 34,96%. Belém, entre as capitas, ficou em  13º lugar com taxa de 35,90%. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup).

“O índice de isolamento social no país todo apresenta uma queda, mantendo a média de menos de 40% das pessoas em casa, em razão da proliferação da Covid-19. Isso é o reflexo na mudança de hábito das pessoas, após a fase mais crítica da pandemia”, comentou o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, que reitera os cuidados que a população precisa manter para evitar a contaminação.

“É necessário não relaxar nas medidas de segurança que todos devem tomar, como usar a máscara e lavar bem as mãos. Precisamos ter a consciência de que a pandemia não acabou”, disse o titular da Segup.Com o coronavírus em circulação, não usar máscara é um risco

As cidades com maior registro de desobediência à recomendação de ficar em casa e com baixo índice de isolamento são Juruti (26,3%), Concórdia do Pará (27,8%) e Oriximiná (28,1%). Já as que alcançaram melhores índices foram Magalhães Barata (52,0%),   São João do Araguaia (52,4%) e Santa Cruz do Arari (52,9%).

Na capital paraense e em Ananindeua foram registrados, respectivamente, os índices de 35,90% e 35%. Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Ariramba (60%), Campina de Icoaraci (59,3%) e Castanheira (51,8%). Já os bairros com menores indices foram Murubira (20%), Pratinha (22,2%) e Tenoné (22,9%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Águas Brancas (47,9%), Curuçambá (43,8%) e Júlia Seffer (41,9%). As piores taxas foram Cidade Nova VIII (28,6%), Centro (28,7%) e Jaderlândia  (29,1%).

 

Serviço: 

O percentual de isolamento nos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis e são atualizados diariamente no site da Segup.