Atendimento do Igeprev será ampliado na capital e interior até 2021

Projeto de expansão prevê a inauguração de novos postos para prestação dos serviços aos beneficiários do Instituto

06/08/2020 11h04
Por Cácia Medeiros (IGEPREV)

Após análise dos atendimentos feitos no ano passado em relação ao número de beneficiários, o Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev-PA) identificou a necessidade de ampliar a oferta dos serviços no Estado.

Os dados subsidiaram a elaboração do plano de expansão, apresentado na quarta-feira (5), às equipes do instituto que irão trabalhar para implementação das ações. 

De acordo com o arquiteto e assessor de gabinete, Paulo Heidtmann, responsável pelo projeto de expansão das unidades de atendimento, as informações sobre o desempenho do Igeprev em 2019 apontaram que algumas regiões com grande número de segurados estão desassistidas quanto à presença do instituto.

“Temos localidades que possuem muitos beneficiários, mas que não tem agência de atendimento e outras que tem uma distribuição grande de agências, mas o número de beneficiários é incompatível. Então, vamos redistribuir essas agências, além de aumentar o número de atendentes nas estações cidadania, a partir de reuniões com a Seplad - Secretaria de Planejamento e Administração", informou Paulo Heidtmann.

A inauguração de novos postos de atendimento na capital e interior ocorrerá de forma gradual até 2021. Belém será a primeira cidade a ser beneficiada, com a abertura de uma nova unidade do Igeprev no Terminal Hidroviário “Luiz Rebelo Neto”. O local foi escolhido estrategicamente devido ao grande fluxo diário de passageiros oriundos de vários municípios, muitos dos quais precisam dos serviços do instituto.

"O terminal será uma peça-chave para atender os beneficiários da região do Marajó. Ou seja, aqueles que precisam de barco e que às vezes chegam em Belém e ainda se deslocam para um ponto de atendimento, então pegam ônibus e depois voltam para o porto para retornar às suas cidades. Com essa agência no terminal hidroviário, esse beneficiário vai desembarcar, fazer o atendimento e retornar para sua cidade sem precisar sair do terminal. Isso vai fomentar inclusive o uso do local, no caso dos restaurantes, das lanchonetes e das lojas", disse o arquiteto.

Para o presidente do Igeprev, Giussepp Mendes, a expansão visa tornar o Instituto mais presente no atendimento às demandas do funcionalismo. “O objetivo é oportunizar, otimizar e principalmente humanizar o trabalho do instituto. Sabemos a importância dos serviços aos beneficiários e a necessidade dos servidores, por isso, o empenho é para que o mais breve possível possamos atuar em mais cidades e de forma célere e eficiente”.

O plano de expansão prevê ainda a transferência da agência de Castanhal, que hoje funciona dentro da sede do Iasep (Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará), para um prédio próprio, inclusive com maior número de guichês de atendimento. Serão abertas novas unidades em Capanema, Paragominas, Marabá, Santarém e Abaetetuba. O Instituto também disponibilizará uma agência itinerante montada em um veículo todo equipado para garantir a prestação dos serviços previdenciários em locais de difícil acesso.