Jovem atleta paraense de jiu jitsu é ouro nos EUA

Ricardo Zito conquistou o primeiro lugar na categoria infantil/meio pesado (até 52 kg).

13/02/2020 15h55
Por Paula Portilho (SEEL)

O faixa laranja de jiu jitsu, Ricardo Filho, de 11 anos, conhecido como Zito, retornou ao Pará trazendo na bagagem a medalha de ouro conquistada no Pan-Americano Kids, que foi realizado no último final de semana em Long Beach, na Califórnia, Estados Unidos. Para participar do evento internacional, o atleta contou com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Ricardo Zito conquistou o primeiro lugar na categoria infantil/meio pesado (até 52 kg)  em uma luta contra o equatoriano Nahir Alejandro, vencendo com o golpe arm lock (chave de braço). “O jiu Jitsu é o esporte que eu amo, que escolhi para a minha vida, e que me dá a oportunidade de fazer amigos e de conhecer muitos lugares”, conta o jovem campeão.

"O Zito já é um atleta de rendimento. Ele pratica desde os 4 anos de idade o Jiu Jitsu e treina em uma academia no conjunto Satélite, em Belém, tendo como mestre o pai dele, o Ricardinho Bulldog. O zito é tricampeão brasileiro, tricampeão sulamericano, hexacampeão paraense, e nisso, a Seel teve papel fundamental através de apoio para custear essas viagens para as competições. Sou muito grata", disse a mãe do atleta, Munnyck Gomes. 

Em 2019, apoiado pela Seel, Zito participou do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu em Barueri, São Paulo, no qual ficou em 1° lugar, conquistando o tricampeonato e no Campeonato  Sul-americano de Jiu Jitsu no Rio de Janeiro, onde também conquistou o lugar mais alto do pódio e com isso, sagrou-se  tricampeão.  O próximo desafio de Zito é neste domingo (16), no Pará Kids, que será realizado no ginásio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), pela Federação de Jiu Jitsu do Estado do Pará  (FJJP).

Para o secretário-adjunto da Seel, Vitor Borges, "a secretaria vem cumprindo o papel institucional de incentivar os atletas do Estado para que continuem representando o Pará em competições internacionais e, dessa forma, fomenta o esporte regional".