Ioepa faz entrega de livros para biblioteca comunitária

“A Lenda da Rio de Letras”, de Renato Saraiva, integranteI da Biblioteca Comunitária Rio de Letras, terá dia de autógrafos na Feira do Livro e das Multivozes deste ano  

11/02/2020 15h57 - Atualizada em 11/02/2020 17h05
Por Ailson Braga (IOE)

A Biblioteca Comunitária Rio de Letras ganhou uma importante ferramenta para incentivo da leitura por parte da Editora Pública Dalcídio Jurandir, da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa), nesta terça-feira (11): a entrega do livro “A Lenda da Rio de Letras”, de Renato Saraiva.  

A Rio de Letras trabalha com incentivo à leitura no Conjunto Satélite desde 2010, tendo como motivadora a professora de língua portuguesa Eliane Medina. Tem como objetivo dar acesso ao direito ao livro, leitura e à cultura literária para todos.

Fabrício Piani, gerente da gráfica da Ioepa e Renato Saraiva autor do livro, ″A Lenda da Rio de Letras″

Moisés Alves, da Editora Pública do Estado, explicou que a obra foi impressa pela Ioepa por meio de uma parceria com a biblioteca comunitária do Satélite. “Foram impressos 300 exemplares e agora estamos fazendo a entrega desses livros. Também pretendemos ter um lançamento dessa obra na Feira do Livro e das Multivozes, que ocorrerá agora em maio”, anunciou Moisés Alves. Ele destacou que o livro de Renato Saraiva tem tanto um caráter educacional como social, já que a Biblioteca Rio de Letras coordena uma rede de outras bibliotecas comunitárias na região metropolitana de Belém. “Nós, da Ioepa, achamos importante iniciativas iguais a essa, que têm o livro como instrumento de mudança social e cultural. Por isso, fizemos essa parceria e nos propomos a imprimir o livro”, disse Moisés Alves.

A história de “A Lenda da Rio de Letras” aborda a vida lúdica de duas crianças, Camapu e Kaete, que vivem brincando e se divertindo no rio Maguari. Entre essas brincadeiras, a menina Kaete descobre que as borbulhas que ela faz se transformam em letras. “A partir daí, cria-se todo um imaginário acerca do alfabeto e da leitura”, informa Renato Saraiva.

Identidade da periferia 

Renato Saraiva contou que a ideia do livro surgiu a partir de uma temática proposta pela Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias (RNCB), que é um coletivo que atua em várias cidades do país com a promoção da leitura, trabalhando com políticas públicas em âmbito municipal, estadual e nacional. “A RNCB pediu que criássemos uma lenda para a biblioteca que tivesse a nossa cara; que falasse um pouco de nossa identidade. A maioria das bibliotecas comunitárias está nas periferias do Brasil, e nós temos a nossa em um conjunto periférico, mas que tem uma área de mata e um rio, o Maguari, que passa por ali. Então decidi fazer uma história usando o rio como elemento para criar o foco narrativo”, explicou Renato Saraiva.

O autor disse que o lançamento será em março, em data ainda a ser definida, mas que reunirá o público infantil das escolas públicas e os leitores mirins das bibliotecas comunitárias em uma grande festa.

Ioepa publicará livro com história de Rio Maria

O presidente da Imprensa Oficial do estado do Pará (Ioepa) recebeu nesta segunda-feira (10), a visita de Wesley Batista, secretário de Educação de Rio Maria, município da região sul do Pará. Wesley Batista veio propor à Ioepa uma parceria para edição e publicação de um livro sobre a história de Rio Maria, um livro de poesia e uma proposta comercial para a publicação de um relatório de atividades da Secretaria de Educação daquele município.

Moisés Alves, da Editora Pública Dalcídio Jurandir, disse que as duas propostas do secretário municipal de Rio Maria foram bem aceitas por Jorge Panzera.

No que se refere à publicação sobre a história de rio Maria, Moisés Alves informou que o livro será escrito por Luzia Canuto e Terezinha Cavalcante e que a obra trará uma leitura histórica e da memória do município de Rio Maria, além de abordar aspectos econômicos administrativos e culturais daquela cidade. “A ideia é lançar o livro na Festa Literária de Marabá deste ano, que agrega escritores das regiões sul e sudeste do Estado, e que faz parte das programações da Feira do Livro e das Multivozes”, afirmou Moisés Alves.

Luzia Canuto é historiadora, mestra e professora em Rio Maria. Já Terezinha Cavalcante Feitosa é socióloga, tem doutorado e é professora da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Concurso de poesia - A Ioepa também fará uma parceria para a impressão de um livro, que será o resultado de um concurso de poesias de alunos das escolas públicas do município de Rio Maria.

Segundo Moisés Alves, a publicação será em forma de parceria, porque há interesse da Ioepa no projeto, e tem previsão para ser impresso e lançado no segundo semestre deste ano.