Obras no Mirante de São Benedito estão em ritmo acelerado

11/10/2019 12h17 - Atualizada em 11/10/2019 13h45
Por Barbara Brilhante (SEDOP)

02Uma equipe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) visitou, nesta quinta-feira (10), as obras de construção do Mirante de São Benedito, localizado em Bragança, no nordeste do estado, para acompanhar a evolução dos serviços.

As obras começaram em setembro deste ano. Até o momento, já foram realizadas todas as demolições e retiradas de entulhos necessárias, que ainda eram parte da imagem anterior de São Benedito. A empresa contratada segue com a construção da estrutura de concreto, onde o novo monumento será fixado e com a produção da fibra que vai revestir a escultura.

“Somente a base da escultura medirá 8 metros. Queremos seguir fielmente os padrões da estrutura anterior, respeitando a representatividade de São Benedito perante a população de Bragança”, disse o secretário da Sedop, Ruy Cabral.

A nova imagem de São Benedito foi escolhida em julho deste ano, através do concurso ‘São Benedito de Arte Popular’, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult). O protótipo vencedor do Santo, decidido por meio de votação popular entre os moradores de Bragança, foi esculpido pelo artesão Valdeci dos Santos, que também é o responsável pela construção da imagem em tamanho real.

A estátua terá 16,5 metros de altura. “Estamos trabalhando por partes. Primeiro, com a produção da fôrma da escultura, na área da saia. Depois, vamos seguir pela cinta e, por último, pelo ombro e cabeça. Com todas as partes prontas, vamos montar. É um trabalho feito manualmente. Estamos muito gratos. É uma forma de agradecer ao Santo também, pelas bênçãos alcançadas em nossas vidas“, explicou o escultor.     

Ao todo, o Governo do Estado, através do Termo de Cooperação entre Sedop e Secult, investirá R$ 870 mil na construção do novo monumento e revitalização dos 2.500 metros de área do Mirante. A previsão é que as obras sejam entregues à população bragantina até dezembro deste ano.

“Temos o compromisso de reconstruir o espaço até o final deste ano. Durante a visita, ficamos muito satisfeitos com o andamento do serviço, visto que a obra está dentro do cronograma. É importante ressaltar que a mão de obra utilizada é toda local. Após concluído, o espaço representará uma vitória à área cultural, religiosa e turística de Bragança e do Pará também”, concluiu Ruy.