Ioepa oferta emissão de certificados digitais aos municípios paraenses

02/10/2019 16h31 - Atualizada em 02/10/2019 18h33
Por Julie Rocha (IOE)

Por mês, a loja da Ioepa realiza uma média de 70 emissões mensais, com oito atendimentos por dia, mas a meta é chegar a 250 emissões mensais.A Imprensa Oficial do Estado (Ioepa) já pode oferecer o serviço de emissão de certificados digitais aos municípios paraenses, com agilidade e sem burocracia. A validação do serviço nos municípios paraenses se tornou possível com a renovação do contrato com a Autoridade Certificadora da Imprensa Oficial de São Paulo (AC/Imesp), assinada esta semana.

O certificado digital é considerado um importante documento eletrônico que comprova autenticidade de pessoas físicas ou jurídicas, garantindo controle e segurança de informação nas transações eletrônicas. No Pará, a Ioepa é a única autoridade governamental credenciada pela Imesp para realizar a emissão dos certificados.

Além da continuidade e do fortalecimento da parceria com a Imesp, o presidente da Ioepa, Jorge Panzera, explica que o novo contrato garante a expansão desses serviços para todo o Pará, por meio de parcerias com outros órgãos ou de ações coordenadas pela Imprensa Oficial.

“Nós renovamos o nosso contrato com a Imesp e vamos continuar oferecendo o mais moderno e mais barato certificado digital do estado do Pará, ao mesmo tempo em que iniciamos as tratativas para fazer com que esse serviço chegue aos municípios para ser disponibilizado a todo o povo do estado do Pará”, explicou Panzera.

O presidente do órgão explica ainda que já está em andamento uma parceria com a Junta Comercial Pará (Jucepa). O objetivo é disponibilizar os polos distribuídos nas regiões de integração para colocar agentes responsáveis e capacitados da Ioepa para a emissão do certificado digital, atendendo inicialmente as cidades de Marabá, Santarém e arredores.

Segundo o gerente da Autoridade de Registro da Ioepa, Thiago Campêlo, as empresas privadas, associações e prefeituras interessadas em buscar o serviço pela Ioepa podem entrar em contato por telefone, ofício ou email solicitando a demanda. “Caso haja uma demanda de uma empresa que queira, por exemplo, emitir a certificação aos seus empregados, é possível que a gente se desloque de maneira mais ágil, para realizar o serviço”, explicou.

Entre as vantagens, ele destaca a questão do deslocamento, ou seja, “de podermos atender na localidade onde o cliente se encontra, diminuindo despesas, tempo, além da questão financeira, já que nós praticamos valores no mercado que são bem mais acessíveis que os das empresas privadas”, disse o gerente.

Thiago ressalta ainda que até junho desse ano era necessário autorização do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e da Imesp, como agente certificadora, para fazer qualquer tipo de ação fora da sede. “Hoje não precisamos mais disso, já que a resolução n. 151 do ITI decidiu extinguir todos os procedimentos burocráticos, facilitando a ação de deslocamento dentro do estado em que atuamos”, lembrou.

Emissões – Por mês, a loja da Ioepa realiza uma média de 70 emissões mensais, com oito atendimentos por dia, mas a meta é chegar a 250 emissões mensais, com a atuação de cinco agentes habilitados para o serviço, aumentando ainda mais com a expansão dos serviços para o interior do estado. São dois tipos de produtos ofertados: o e-CPF, para pessoa física e o e-CNPJ, para pessoa jurídica.

Para estes produtos, a Ioepa possui dois tipos de certificados digitais: o modelo A1, gerado e armazenado no computador pessoal, dispensando o uso de cartões inteligentes ou tokens; e o modelo A3, onde os dados são gerados, armazenados e processados em um cartão inteligente ou em Token, permanecendo invioláveis, únicos e com mobilidade.

Serviço – Em Belém, o serviço é feito na travessa do Chaco, 2271, no bairro do Marco, em Belém. A emissão do e-CPF e do e-CNPJ  pode ser feita mediante agendamento, pelos telefones: (91) 4009-7843/4009-7828 ou email: ar@ioe.pa.gov.br. Outras informações podem ser obtidas pelo site: www.ioepa.com.br