Emater promove dia de campo em Mosqueiro

14/08/2019 15h25 - Atualizada em 14/08/2019 17h16
Por Rodrigo Reis (EMATER)

Quarenta produtores de feijão manteiguinha da comunidade Mari Mari II, no distrito de Mosqueiro, em Belém, participaram nesta quarta-feira, 14, do dia de campo promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). No encontro, extensionistas rurais da empresa explicaram técnicas de plantio e deram informações sobre custos de produção da cultura do feijão.  

De acordo com Lázaro Silva, do escritório de Belém da Emater, o dia de campo serve como um processo de orientação aos agricultores sobre cultivo, colheita e beneficiamento. “Isso é importante para dar segurança alimentar à sociedade. Vale ressaltar também a questão da comercialização, já que isso gera renda para a comunidade, então, eles precisam estar preparados”, explicou. Além de Mari Mari II, outras comunidades marcaram presença: Elizabeth Teixeira, Chico Mendes, Sucurijuquara, Irmã Dorati, Bacabeira, Nova Esperança e 19 de abril.

O agricultor Damião Costa cedeu a área na sua propriedade para a implantação da unidade demonstrativa do feijão manteiguinha. Ele conta que a troca de informações com os técnicos da Emater “é importante para adquirir experiências e melhorar a produção”.  Já o presidente da associação dos moradores de Mari Mari II, Raimundo Coelho, explicou que as orientações vão ajudar a comunidade a sempre fazer o melhor. “Precisamos da Emater para que nossos objetivos de produção sejam alcançados e, daqui pra frente, vamos crescer ainda mais”.

Na opinião de Jorge Gibson, técnico responsável pelo projeto em Mosqueiro, essa é uma oportunidade de oferecer alternativa a agricultura familiar que agregue valor a produção. “O feijão manteiguinha tem característica de ser colhido a partir de 75 dias. Hoje, no mercado, é o tipo de feijão que tem maior valor comercial, isso vai gerar renda para as comunidades envolvidas”. Gibson disse, ainda, que a proposta é tornar a região um polo produtor do feijão manteiguinha no município de Belém.  

O feijão é uma variedade bastante conhecida na região Oeste, mais precisamente em Santarém e pertence à categoria caupi, mesmo tipo do mais conhecido fradinho. O manteiguinha de Santarém não produz muito caldo, sendo mais utilizado no preparo de saladas.