Barco Papa Francisco conclui 51º expedição com mais de 5 mil atendimentos

24/05/2022 17h42 - Atualizada em 25/05/2022 11h37

O barco hospital Papa Francisco concluiu sua 51º expedição após atender duas comunidades ribeirinhas de Óbidos, município do Oeste do Pará, na região do Baixo Amazonas, entre os dias 19 e 24 deste mês. Entre consultas e procedimentos realizados, foram 5.917 atendimentos. 

As ações aconteceram no distrito Flexal, de 19 a 21, e em Curumu, de 22 a 24 de maio, e marcaram a retomada das atividades do barco na região, após a assinatura de renovação do termo de fomento com a Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus para consultas médicas e odontológicas, exames e outros serviços de saúde que foram levados à população ribeirinha. 

Com a renovação do convênio, o projeto do Barco Hospital Papa Francisco foi ampliado e passou a contemplar 17 municípios, abrangendo além das regiões do Baixo Amazonas e Calha Norte, os municípios do rio Tapajós e do rio Xingu. 

Nessa 51º expedição em localidades de Óbidos foram realizadas 860 consultas médicas, das quais 303 em clínica geral, Oftalmologia (180), Pediatria (290), Anestesiologia (36) e Cirurgia Geral (51). Na Odontologia, foram 468 atendimentos por meio de 139 consultas e 330 procedimentos.

Durante os atendimentos, foram realizados 1.905 exames laboratoriais; 39 mamografias; 48 eletrocardiogramas; 358 exames oftalmológicos; 207 raio-X e 186 ultrassonografias, além de 665 medicações entregues.

No âmbito hospitalar, 36 cirurgias foram realizadas, sendo 9 de baixa complexidade e as demais 27 de média complexidade, além de 40 internações, sendo 24 cirúrgicas e 16 clínicas. 

As atividades contaram com o trabalho de 39 pessoas, sendo 12 voluntários médicos e odontólogos e 27 profissionais da equipe fixa do Barco Hospital, além da equipe de apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Óbidos.

De acordo com Frei Afonso Obici, coordenador das atividades no barco hospital, o apoio e a parceria das Secretarias Municipais de Saúde dos municípios contemplados são fundamentais para a triagem das populações ribeirinhas que são beneficiadas pela ação. “Com as expedições nos aproximamos cada vez mais dessas populações, levando a esperança a esse nosso povo, que é tão especial e que merece assim um carinho e um atendimento especializado”, concluiu.

Para o titular da Sespa, Rômulo Rodovalho, os serviços do barco contribuem na missão do Governo do Estado de levar saúde por todo o Pará. “Por mais dois anos, com o convênio contratualizado, poderemos alcançar com mais facilidade aquelas populações que têm dificuldade de acesso aos serviços básicos e de média complexidade ofertados pelo SUS”, salienta. 

Os atendimentos no barco serão retomados com 52º expedição, que acontecerá entre os dias 01 e 08 de junho na comunidade de Aritapera, em Santarém, região Oeste do Pará. 

Por Mozart Lira (SESPA)