Pautas


Barco Hospital Papa Francisco ganha apoio do Estado para ações no Baixo Amazonas

Por Selma Amaral (SECOM)
Abertura: 19/08/2019 09h00
Encerramento: 19/08/2019 11h00
Local: Escadinha do Cais do Porto - Praça Pedro Teixeira
Endereço: Praça Pedro Teixeira s/n - em frente a Estação das Docas
Contatos: Caroline Rocha (Ascom Sespa): (91) 9 9283-5337

O barco hospital Papa Francisco, vinculado à igreja católica, vai ganhar apoio do Estado para realizar atendimento médico, odontológico e outros serviços de saúde em cidades da região da Calha Norte, no Baixo Amazonas. Nesta segunda-feira (19), a partir das 9h, o governador Helder Barbalho firmará um termo de fomento com a Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, para oficializar as ações para a população ribeirinha.

O termo será assinado pelo governador, pelo secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, e pelo representante da Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, que  administra a Santa Casa de Misericórdia de Óbidos, desde 2014; e o Hospital Nove de Abril na Providência de Deus, no município de Juruti, desde 2015.

O atendimento médico será por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) aos usuários que têm dificuldade de acesso aos serviços nos municípios de Alenquer, Almeirim, Curuá, Faro, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Terra Santa e Juruti.

As ações serão iniciadas pelo mapeamento da região, com objetivo de conhecer as principais necessidades das comunidades locais, e terão apoio das Secretarias Municipais de Saúde, líderes comunitários e do 9º Centro Regional de Saúde (CRS).

O projeto, que funciona no barco, vai disponibilizar consultas médicas especializadas, atendimentos odontológicos, radiografias, mamografias, ultrassonografias, ecocardiogramas, testes ergométricos, exames laboratoriais, dispensação de medicamentos e vacinação. Contando com centro cirúrgico e quatro leitos hospitalares, a embarcação também está equipada para a realização de pequenas cirurgias.

A parceria vai durar um ano, com meta de realizar 12 mil consultas médicas clínicas e especializadas, seis mil atendimentos oftalmológicos, cinco mil consultas odontológicas, 4,6 mil mamografias, 4,6 mil ultrassonografias, 1,5 mil eletrocardiogramas, 1,5 mil testes ergométricos, 40 mil exames laboratoriais, 1,1 mil cirurgias de baixa complexidade e 380 internações em regime de hospital-dia.

O termo prevê ainda que, em casos de calamidade, catástrofes, inundações e outras situações emergenciais, o BHPF poderá se deslocar a outras regiões de acordo com a necessidade.