Movimento LGBT é beneficiado pela primeira vez pelo Programa Credcidadão

17/11/2015 15h32
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Na manhã da última terça-feira (17), 18 microempreendedores da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais) foram contemplados com o benefício de microcrédito do Programa CredCidadão, em Belém. É a primeira vez que o movimento é beneficiado pelo programa, através da linha convencional de crédito, que beneficia empreendedores que já estão no mercado de trabalho ou querem dar início ao seu próprio negócio, com a intenção de gerar lucro e qualidade de vida.

Um dos contemplados foi o maquiador Ícaro Maia, de 27 anos. Autônomo, sua fonte de renda vem de penteados e maquiagem profissional. Recém-formado em estética, Ícaro pretende continuar seu trabalho, que vem sendo reconhecido há mais de 10 anos de residência em residência. “Eu já conhecia o CredCidadão. Com esse credito tenho uma nova expectativa profissional. Vou ampliar minhas ferramentas de trabalho e me preparar para minha clínica de estética”, planejava. 

Duda Lacerda, de 28 anos, que é estudante de Ciências Sociais na Universidade Federal do Pará (UFPA), também foi um dos contemplados. Durante a entrega ela contou que já pensa em expandir seu comércio para ajudar ainda mais na renda da família. “Quero expandir o mercadinho que já tenho com a minha família e com o crédito vai ficar muito mais fácil”, comentou o estudante. Além do comércio, Duda também atua na coordenação do movimento LGBT e agradeceu em nome do segmento ao Governo do Estado pela concessão do benefício. Para ele, o crédito ajudará a abrir portas para a comunidade no mercado de trabalho.  

Na oportunidade, João dos Santos, da Gerência a Livre Orientação Sexual (Glos), vinculada à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), destacou a importância de políticas voltadas à inclusão deste público no mercado. “O que as empresas exigem dos candidatos hoje aos cargos é um padrão feminino ou masculino e quando surge uma pessoa com uma característica de gênero diferente, isso já acaba sendo um empecilho. Esta realidade se agrava mais ainda quando o indivíduo é um transexual. E é justamente neste contexto que o CredCidadão vem como uma abertura de portas”, observou.

João dos Santos ainda ressaltou que a concessão do crédito é mais um passo importante, que agora se une a outras ações já desenvolvidas pelo governo estadual na luta contra o preconceito. “Quando se está vulnerável e não se tem condições de arranjar um emprego, a alternativa é o emprego informal. Portanto, entendo sim que Governo do Estado está de parabéns. Acreditamos que só é possível vencer o preconceito através de uma política integrada de governo, e é isso que se tem feito. Só assim, juntos, vamos conseguir ser mais fortes”, finalizou João dos Santos.

O secretário Michell Durans também falou sobre o avanço que representa o programa. “No contexto de intolerância em que vivemos, concretizar uma política de inclusão como esta para uma minoria é realmente louvável. E quando digo ‘minoria’, não é de uma maneira depreciativa, mas sim porque muitas vezes este grupo de pessoas está invisível aos olhos da sociedade. E esta, por sua vez, não pode esquecer que todos são agentes de direitos, amparados pela Constituição Federal. Saber que todos merecem ser atendidos, é um grande passo rumo à igualdade de direitos no nosso Estado”, disse Durans.

Para Tetê Santos, diretora do CredCidadão, a entrega serve de exemplo. “Não somente para a Região Metropolitana, mas também para os diversos municípios do Estado. Afinal, eles fazem parte de um seguimento importante da sociedade e, portanto, não podem ficar à margem das políticas públicas”, destacou. Em seguida, ela orientou quanto à inadimplência. “O retorno deste recurso vai servir para que a própria comunidade seja beneficiada numa outra oportunidade, e vai servir também para que outras pessoas da mesma comunidade sejam contempladas com o crédito. Daí a importância das parcelas serem pagas em dia”, reforçou.

Objetivo - O programa CredCidadão tem atuado de forma efetiva nas entregas em comunidades e nos municípios do interior do Estado, com o objetivo de dar oportunidade a quem precisa do financiamento. O CredCidadão é um programa de microcrédito que impulsiona os micro e pequenos empreendimentos, gerando economia, emprego e renda. Com este recurso, é possível criar e fomentar novas ideias. Nesta quarta-feira, 18, será a vez dos quilombolas, da comunidade de Macapazinho, no município de Santa Izabel, receberem o benefício do CredCidadão. Ao todo 14 pessoas serão contempladas.

Veja Também