Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
ESTRATÉGICO

Agrônomos têm papel fundamental no desenvolvimento do agronegócio no Pará

Fiscalização agropecuária, em pontos geográficos estratégicos garantem a segurança dos produtos que entram e saem do estado

Por Manuela Oliveira (FCP)
12/10/2022 09h35

 

No 12 de outubro é comemorado o Dia Nacional do Engenheiro Agrônomo. Essa profissão foi a primeira profissão de nível superior a ser reconhecida no Brasil. A regulamentação do exercício profissional dos engenheiros agrônomos ocorreu através do Decreto 23.196/33, promulgado em 12 de outubro de 1933 pelo presidente da República, Getúlio Vargas.

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado Pará (Adepará) celebra a data, pois tem em seu quadro funcional 105 engenheiros agrônomos que atuam como fiscais estaduais agropecuários, cujo papel fundamental é garantir a sanidade da produção agrícola em todo o território paraense. Integrando uma das instituições de maior capilaridade no estado, eles são os responsáveis técnicos pela proteção e fiscalização das lavouras, executando diversos programas fitossanitários. 

As ações de Defesa Sanitária Vegetal no Estado do Pará estão estabelecidas por meio da lei Nº 7.392 /2010. A legislação dispõe que cabe à Adepará exercer a vigilância e inspeção de vegetais, tanto os cultivados quanto os da flora silvestre, produtos vegetais em armazenamento ou em transporte e artigos regulamentados, com vistas a informar a presença, o foco e a disseminação de pragas e a realização do controle fitossanitário.

Na Adepará, o engenheiro agrônomo atua na defesa e inspeção vegetal, na certificação de produtos vegetais artesanais, na fiscalização do trânsito agropecuário de produtos vegetais, no cadastro de propriedades rurais, no controle e erradicação de pragas, na execução de programas fitossanitários. Ainda na execução de atividades de controle da qualidade dos insumos agropecuários e dos produtos de origem vegetal, elabora normas para assegurar a saúde dos  vegetais e a qualidade dos produtos de origem florestal, além de atividades de educação sanitária vegetal.

A diretora de defesa e inspeção vegetal da Adepará, Lucionila Pimentel, destaca a importância do profissional para o agronegócio local. “A Defesa Vegetal é importantíssima para o desenvolvimento do agronegócio e da agricultura familiar em nosso estado, bem como para a saúde pública através de ações que implementam as boas práticas de fabricação, garantindo a segurança alimentar. A área trabalha também na rastreabilidade  dos cultivos agrícolas como o cultivo do açaí, do abacaxi e dos citros, além de atuar na vigilância das pragas quarentenárias de importância econômica. Então, o engenheiro agrônomo é um profissional muito importante para o crescimento do setor produtivo do estado do Pará”, destacou.

Referência

Hoje, a Adepará está presente nos 144 municípios, em 177 postos de atendimento. São 20 gerências regionais e 157 unidades administrativas, sendo 61 Unidades Locais de Sanidade Agropecuária (ULSAs), 96 escritórios de atendimento à comunidade. Há ainda, 24 postos de fiscalização agropecuária, em pontos geográficos estratégicos do território que garantem a segurança dos produtos que entram e saem do estado.

Texto: Rosa Cardoso