Jucepa lança plataforma digital para auxiliares do Comércio

Matrícula, atualização cadastral, emissão de certidões e cancelamento de matrícula dos Agentes Auxiliares do Comércio agora poderão ser feitos pela internet

17/06/2022 10h00 - Atualizada em 17/06/2022 13h00

A Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa) lançará, na segunda-feira (27), a Plataforma Digital do Agente Auxiliar do Comércio. Esse novo serviço torna digitais o processo de matrícula, a atualização cadastral, emissão de certidões e cancelamento de matrícula dos Agentes Auxiliares do Comércio.

A presidente da Jucepa, Cilene Sabino ressalta o empenho da autarquia em oferecer sempre os melhores serviços para os seus  usuários. 

"Estamos sempre em busca de melhoria contínua, fazendo algo que será bom para todos, e para a  preservação do meio ambiente,  reduzindo a circulação de papel, e fortalecendo a valorização deste serviço tão importante para o desenvolvimento da economia que são os auxiliares do comércio. Neste sentido essa plataforma, inovadora, vem para agregar valor aos serviços prestados por estes profissionais" , afirma Cilene Sabino. 

Com essa nova ferramenta, Administradores de Armazém Geral, Trapicheiro, Tradutor Público e Intérprete Comercial, bem como o Leiloeiro Oficial Público terão acesso a todo esses procedimentos pela internet, em uma plataforma 100% digital, não precisando deslocar-se até a Jucepa para realizar qualquer tipo de serviço ou solicitação.

Tele Jucepa

Na ocasião também será  realizado apresentação da nova modalidade de atendimento via Call Center que é o Tele Jucepa. Com esse novo serviço, o  usuário da autarquia será atendido via telefone, por uma equipe especializada que fará o esclarecimento de procedimentos, dúvidas e informações sobre a tramitação de processos.

Além disso, o atendente do Tele Jucepa poderá abrir um chamado no sistema de suporte ao cliente, formalizando a demanda a usuário.

"O atendimento Call center é uma forma humanizada de atender a todos que nos procuram com dúvidas, sugestões, ou críticas, e com isso aperfeiçoar cada vez mais o nosso trabalho", afirmou Sabino.

Por Fabíola Uchôa (JUCEPA)