Sedap estimula o crescimento da apicultura no Pará

A Secretaria participa até o domingo (22) do Apipará, considerado o maior evento do segmento da Amazônia

21/05/2022 18h06 - Atualizada em 21/05/2022 20h12

Com inúmeros benefícios para o organismo, os produtos apícolas, como o mel, o própolis e o pólen, estão entre os mais apreciados do mundo. Na Amazônia, em especial, a atividade vem crescendo. No Pará foram responsáveis, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), pelo movimento de um montante de R$ 9 milhões em 2019 com uma produção de 670 quilos. Pelo menos 65% do mel produzido na Região Norte é do Pará.

Para estimular o crescimento do segmento e assegurar a qualidade cada vez maior desta cadeia produtiva, a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) coloca em prática uma série de ações voltadas para a produção do mel. O apoio para eventos que reúne produtores e apreciadores da apicultura também é uma das iniciativas da Sedap para o desenvolvimento do segmento.

Além da secretaria, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) participam desde a última sexta-feira (20) até o próximo domingo (22) – data em que será comemorado o Dia do Apicultor – da 18ª edição do Apipará, que este ano está sendo realizada no município de Primavera, no nordeste do Pará.

A Sedap marca presença na programação por meio da participação de servidores lotados nas Diretorias de Agropecuária (Didag) e da Agricultura Familiar (Dafa). O titular da secretaria, João Leão, esteve presente na abertura da programação.

Segundo informou a diretora de agropecuária da Sedap, Heloísa Figueiredo, a Secretaria participa articulando com as representações (cooperativas, associações, grupos e ONGs) que desenvolvem as atividades de criação de abelhas (apis e meliponias) para formulação de um diagnóstico do setor.

"A Sedap, através da Didag e da Dafa, está promovendo articulação com as instituições que participam do evento, públicas e privadas, ligadas à atividade, para alinhamentos das diretrizes e para formulação das políticas públicas para alavancar a atividade no estado", informou Heloísa Figueiredo.

Durante a abertura do Apipará 2022, produtor recebe caixa para cultivar abelhas e estimular produção de melDurante a programação, a Sedap fez a entrega para apicultores de kits apicultor e caixas para criação de abelha.

"A Sedap apoia o evento através de transferência de recurso, por meio de um convênio de R$ 63 mil. Temos a participação dos servidores na organização do evento e como palestrantes; temos nove servidores participando do Apipará este ano", repassou a diretora da Didag.

Na tarde deste sábado (21), houve a apresentação da palestra da engenheira agrônoma, Márcia Tagore, servidora da Secretaria, que repassou orientações sobre o “Programa Estadual de Indicação Geográfica e Marcas Coletivas”.

A programação foi aberta oficialmente na sexta-feira (20). Durante três dias estão sendo oferecidos aos participantes uma vasta programação que inclui oficinas técnicas, palestras, oportunidades de negócios, feira cultural, feira de produtos, exposição e até uma “cidade das abelhas” para fazer a alegria do público, sobretudo das crianças.

Fomento

O médico veterinário da Sedap, Oscar Batista, que é lotado na Diretoria Agropecuária da Sedap, explicou que entre as ações que a secretaria executa para melhoria da cadeia está o fomento aos pequenos produtores rurais apicultores e meliponicultores. A Sedap, explica ele, também faz a capacitação dos apicultores e meliponicultores.

"Desenvolvemos projetos de aquisição de equipamentos apícolas, caixas racionais de abelhas sem ferrão e caixas langthot de abelhas com ferrão. Além de convênio com as prefeituras e termos com o Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para capacitação dos apicultores e meliponicultores", explicou o médico veterinário da Sedap.

Além dos órgãos governamentais, participam da programação a Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa) e o Senar que desde a fase preparatória do Apipará realizou cursos aos interessados.

O Apipará é uma realização da Prefeitura Municipal de Primavera, da Federação dos Criadores de Abelhas do Pará (Fapic) e do Senar. A Sedap e o Sebrae apoiam a tradicional programação.

Serviço: O Apipará 2022 pode ser visitado até este domingo, no Centro Paroquial, em frente à Prefeitura Municipal de Primavera.

Texto: Rose Barbosa/ Ascom Sedap

Por Governo do Pará (SECOM)