Hospital de Clínicas inicia ciclo de palestras sobre Enfermagem

Evento integra a 33ª Semana de Enfermagem da Fundação Hospital HC, e dedica-se a profissionais e estudantes da área

16/05/2022 16h19

A partir desta segunda-feira (16) e até a próxima quinta-feira (19), a Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (HC) debate, em um ciclo de palestras, o papel da enfermagem na média e alta complexidade de saúde e a importância da alta performance nessa atividade nos cenários recentes de pandemia de covid-19 e de atual retomada.  

A programação integra a 33ª Semana de Enfermagem da Fundação e é dedicada a profissionais e estudantes da área que, durante o mês de maio, são lembrados nas datas comemorativas relacionadas a Enfermeiros (12) e ao Técnico de Enfermagem (20).

Referência em cardiologia, psiquiatria e nefrologia, o Hospital de Clínicas conta atualmente com cerca de mil profissionais de enfermagem trabalhando desde a entrada de pacientes nas triagens de emergência, passando por setores administrativos, áreas de internação e blocos cirúrgicos.

Na abertura do evento, Christielaine Zaninotto, chefe do serviço de enfermagem na Fundação, destacou, a partir das aplicações do conceito de alta performance, o quanto o tema pode ser um diferencial para quem atua na área da saúde e como é possível sair da teoria para a prática.

“Estamos falando do ciclo de evolução do processo de trabalho e isso não acontece do dia para a noite. Está diretamente ligado ao comportamento, à satisfação, ao profissionalismo, altruísmo, comprometimento, planejamento, educação permanente e boas práticas baseadas em evidências”, pontuou Christielaine.

Para esta edição do evento, os exemplos de boas práticas foram inspirados nas vivências das diferentes equipes de enfermagem durante a pandemia de covid-19, segurança do paciente, liderança, avanços na legislação e empreendedorismo e educação em saúde.  

Capacitação

Em busca da formação de equipes capacitadas para atuar nos diferentes cenários de alta e média complexidade de atendimento do hospital, a Fundação apresentou um plano de ações de educação em saúde com cerca de 30 treinamentos planejados para este ano, a partir das rotinas assistenciais que poderão ser trabalhadas em conteúdos teóricos, práticos e até a distância por meio de plataformas de ensino.

Em março deste ano, mês de lançamento do projeto, o Hospital alcançou a marca de 337  profissionais de enfermagem capacitados. O resultado é cerca de 65% maior do que o obtido na soma dos meses de janeiro e fevereiro. “A média e a alta complexidade em cardiologia, psiquiatria e nefrologia exigem uma qualificação diferenciada dos profissionais. A busca pela alta performance melhora a assistência, dá mais segurança ao paciente e reforça a qualidade dos nossos serviços de referência”, complementa Zaninotto. 

Por Marcelo Leite (HC)