Após 42 anos sem manutenção, escola será reconstruída, em Ananindeua

A unidade beneficiará mais de 700 alunos, com um ambiente novo, climatizado, com laboratório de informática, entre outros espaços

02/05/2022 15h45 - Atualizada em 02/05/2022 17h06

Governador exibe a autorização à manutenção da Escola Profª Maria Araújo de Figueiredo, em AnanindeuaO governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), não mede esforços para tornar a educação do Pará cada dia melhor. Nesta segunda-feira (2), o governador Helder Barbalho, ao lado da secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, assinou a ordem de serviço para a manutenção predial da Escola Estadual de Ensino Médio e Fundamental Professora Maria Araújo de Figueiredo, no bairro do Coqueiro em Ananindeua.

"Essa escola é uma das principais de Ananindeua. Por 42 anos, desde a sua inauguração, não há obras neste local. Eu vou fazer 43 anos, por tanto, é praticamente a minha idade. Eu fico feliz, de poder assinar este documento e autorizar o início das obras para deixar essa unidade um brinco, linda, como todos os alunos merecem", afirmou Helder Barbalho. 

Público parabenizou e aproveitou para fazer fotos do governador: "A escola vai ficar linda", disse ele. A Escola será reconstruída com a instalação de ar-condicionado em todas as salas, inclusão de laboratório de informática e reconstrução estrutural no telhado, forro, pintura, fiação elétrica e ajuste dos muros externos.

"O governo do Estado continua com a sua política de valorização da educação. Na última sexta-feira (29), inauguramos duas lindas escolas, em Garrafão do Norte, e hoje, por meio deste ato, já iniciamos a obra de reconstrução desta unidade, no bairro do Coqueiro, em Ananindeua. São mais de 700 alunos beneficiados, que terão, muito em breve, uma escola moderna para as atividades pedagógicas", enfatizou a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga. 

No bairro do Coqueiro, em Ananindeua, alunos reclamam da precariedade da Escola Professora Maria AraújoA estudante do 4º ano do ensino fundamental, Yasmin Lorrane, conta que estuda na instituição há cerca de 3 anos e que o momento concretizado, nesta segunda-feira, já era aguardado há tempo: "Até então,  tínhamos muitas dificuldades. A própria área de lazer estava em um estado precário, sem muitas condições de uso. Não temos quadra esportiva. Outra problemática também é o calor, que dificulta o aprendizado, não só pra mim, mas para quase todos os alunos. Em algumas salas até tem ventilador, mas eles não funcionam. Eu agradeço ao governador por proporcionar essa reforma para todos nós", contou a aluna de 9 anos. 

Tayná Oliveira, de 17 anos, também reforçou a importância da iniciativa governamental: "Eu estou ansiosa por essa obra, por gostar muito de esporte e o espaço que temos está inutilizado por falta de manutenção. Não é adequado. impossível jogar futebol. O barulho também é outro problema. Não tem isolamento. Até mesmo as professoras precisam ficar gritando para que a gente entenda algo. Eu espero muito que melhore", contou a aluna da 3ª série do ensino médio. 

Em Ananindeua, o governador no ato de assinatura de cooperação técnica entre a PM e a PrefeituraParceria - Ainda em Ananindeua, região metropolitana de Belém, o governador Helder Barbalho participou da solenidade de assinatura do termo de cooperação técnica entre a Polícia Militar do Pará (PMPA) e a Prefeitura de Ananindeua para a implantação do Projeto Supervisão Militar Educacional (SUME) na escola Padre Pietro Gerosa, localizada no bairro do Aurá.

A escola Padre Pietro Gerosa, no Aurá, receberá o Projeto Supervisão Militar Educacional (SUME)A escola foi reaberta após passar por um processo de reconstrução e vai ser a primeira escola do município a receber o projeto da PM que tem como objetivo a prevenção da violência e da criminalidade no espaço escolar, a promoção e desenvolvimento da cultura de valores, o fortalecimento na formação dos jovens e a consolidação da escola como espaço seguro da comunidade, conforme disse o coronel Dilson Junior, comandante geral da Polícia Militar do Pará.

"Essa  parceria da Polícia Militar com a prefeitura municipal de Ananindeua, com o apoio do nosso Governador Helder Barbalho. Esse projeto tem a missão de transformar vidas. Com essa cooperação entre o corpo docente e a PM, vai trazer maior resultado do seu resultado e, sem dúvidas, reduzir o índice de criminalidade, visto que o projeto transcende os muros da instituição", concluiu o comandante. 

De acordo com dados da PM, nos locais onde está implantado o projeto SUME, os índices de conflitos, violência e evasão escolar foram reduzidos de forma extremamente relevante e houve crescimento de vários índices educacionais, o que destaca a melhoria significativa do aproveitamento escolar e do comportamento disciplinar dos jovens.

"Era um sonho ter uma unidade desta, principalmente nos bairros mais vulneráveis. Na próxima quarta-feira, 04, vamos fazer uma consulta pública para ouvir a comunidade e concretizar a instalação desta escola com supervisão militar, mas eu acredito que será uma mera formalidade. Quem ganha é o povo, a família", disse o prefeito municipal de Ananindeua, Doutor Daniel.

Por Evaldo Júnior (SEDUC)