Governo inicia em 22 de março atualização cadastral de servidores públicos

A medida é obrigatória para servidores efetivos, temporários, celetistas e membros de conselhos (excluindo estagiários e bolsistas)

18/03/2022 18h36 - Atualizada em 18/03/2022 18h51

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) informa que no período de 22 de março a 19 de junho de 2022 será obrigatória a atualização cadastral para agentes públicos do Poder Executivo - servidores efetivos, temporários, celetistas e membros de conselhos (excluindo estagiários e bolsistas). 

A medida visa à correção ou inclusão de informações pessoais dos trabalhadores que estejam defasadas ou incompletas, incluindo endereço, número para contato e documentos, como RG, título de eleitor e certidão de nascimento. O procedimento abrange também os dependentes que possuam informações obrigatórias pendentes, sendo necessário informar apenas os que já estiverem cadastrados no sistema de recursos humanos.

Além das questões administrativas para manter a base de dados dos agentes públicos sem pendências, há atualmente um expressivo número de informações exigidas de caráter obrigatório no registro dos agentes no “eSocial”.

Para os agentes públicos que designarem um procurador, estes devem se dirigir ao RH do órgão contratante para esclarecimentos.

A atualização será realizada de forma on-line e os servidores devem acessar o formulário por meio do endereço https://atualizacaocadastral.seplad.pa.gov.br/.

Qualquer informação inserida precisa ser comprovada com documento digitalizado em formato PDF. “A atualização é de suma importância para o bom funcionamento do serviço público, visto que aperfeiçoa o banco de informações de cada servidor do Estado para o RH, que precisa ter acesso a essas informações”, enfatizou a secretária adjunta de Gestão de Pessoas, Thainná Vieira.

Por Luana Taveira (DETRAN)